Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Ceará vence no Olímpico e ganha fôlego contra queda

Por Da Redação 19 nov 2011, 20h32

Por Lucas Azevedo

Porto Alegre – O Ceará conseguiu, neste sábado, um excelente resultado para continuar sonhando com a permanência na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Jogando em Porto Alegre, venceu o Grêmio por 3 a 1 e chegou aos mesmos 38 pontos que o Cruzeiro, o primeiro time fora da zona de rebaixamento. Para ajudar, viu Avaí e América-MG serem derrotados, caírem para a segunda divisão, e deixarem apenas duas vagas na Série B em aberto. Já o Grêmio, com a derrota, não tem mais chances de brigar pela Libertadores.

O time cearense vê aumentarem as chances de não cair. Na próxima rodada, recebe o Cruzeiro, em Fortaleza, e precisa de outra vitória para seguir sonhando. Já os gaúchos, com 47 pontos, só não entram de férias porque ainda precisam confirmar matematicamente a vaga na Copa Sul-Americana do ano que vem.

Apesar equipe visitante contar com sete desfalques neste sábado, o Grêmio não teve força para agradar os poucos, porém fiéis, torcedores que estiveram presentes. Para completar o drama, no último minuto, Miralles cobrou na trave um pênalti.

O Ceará abriu o placar aos 28 do primeiro tempo. Em um contra-ataque iniciado por Osvaldo, Felipe Azevedo recebeu livre, dentro da área, e marcou.

Até então, tudo não passava de um deslize. A reação tricolor veio aos 37 minutos, quando Douglas tabelou com André Lima. A bola voltou para o meia, que tocou com categoria e fez o gol de empate.

Na volta do intervalo, Rafael Marques derrubou Thiago Humberto dentro da área, quando o meia do Ceará virava para chutar a gol. Aos 4 minutos, Felipe Azevedo bateu o pênalti num canto e Victor pulou noutro: 2 a 1 para os visitantes.

Oito minutos depois, Felipe Azevedo novamente entrou na área, passou por três defensores e chutou. O goleiro Victor defendeu, mas deixou para rebote, que o atacante do Ceará pegou de primeira e de pé trocado. A bola encobriu o goleiro e bateu na trave antes de entrar.

Aos 47 minutos, o árbitro marcou um pênalti a favor do Grêmio, após o zagueiro do Ceará tocar a bola com a mão dentro da área. Quando tudo estava mal, não se esperava que o pior estava por vir. Miralles, que entrou no lugar de André Lima, cobrou na trave.

O Grêmio entra em campo novamente contra o Atlético-GO, no próximo domingo, no Olímpico, às 17h. Basta vencer para se classificar para a Sul-Americana e antecipar as férias.

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA:

Grêmio 1 x 3 Ceará

Grêmio – Victor; Mário Fernandes, Saimon (Vilson), Marques e Júlio César; Adilson (Willian Magrão), Fernando, Douglas, Marquinhos e Leandro; André Lima (Miralles). Técnico – Celso Roth.

Ceará – Fernando Henrique; Heleno, Daniel Marques, Thiago Matias e Eusébio; Michel, João Marcos, Juca e Thiago Humberto (Leandro Chaves); Osvaldo (Washington) e Felipe Azevedo (Paulinho). Técnico – Dimas Filgueiras.

Gols – Felipe Azevedo, aos 28 do primeiro tempo, aos 4 e aos 12 do segundo; Douglas, aos 37 do primeiro tempo (Grêmio).

Árbitro – Gutemberg de Paula Fonseca (Fifa-RJ).

Cartões amarelos – Saimon, Rafael Marques, Fernando, Juca, Heleno, Thiago Humberto e Felipe Azevedo.

Renda – R$ 94.355,50.

Público – 7.130 espectadores (total).

Local – Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS).

Continua após a publicidade

Publicidade