Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ceará consegue a virada e impõe quinta derrota seguida ao Ipatinga

A cada rodada da Série B do Brasileiro, a situação do Ipatinga fica mais complicada. Nesta terça-feira, o time mineiro enfrentou o Ceará, no Ipatingão, e apresentando pouca evolução perdeu para a equipe cearense por 2 a 1, somando o quinto revés seguido na competição nacional. Os gols do Vozão foram anotados pelo experiente avante Mota e pelo atacante Romário. Chiquinho marcou o tento de honra do Tigre.

Com o resultado, o Ipatinga segue na 18colocação com apenas quatro pontos. Já o Ceará, que começou o campeonato de forma discreta, esboça uma boa reação sob o comando do técnico PC Gusmão e já soma a terceira vitória seguida, e chega aos 11 pontos, subindo na tabela.

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Ipatinga vai até Campinas, para enfrentar o Guarani, no Brinco de Ouro, na próxima terça-feira. Já o Ceará, só volta a campo na sexta-feira, da semana que vem, quando recebe o Criciúma, no Presidente Vargas.

O jogo – Vindo de quatro derrotas seguidas, o Ipatinga começou o jogo com tudo, e logo no primeiro minuto Wellington Bruno pegou sobra da defesa visitante e quase marcou, mas Fernando Henrique trabalhou bem para fazer a defesa. A resposta do Ceará não demorou, e depois de boa trama ofensiva, o Vozão chegou perto de abrir o placar com Romário em chute cruzado, mas o goleiro Bruno também mostrou serviço para salvar o Tigre.

Apesar das duas boas jogadas ofensivas, o panorama da partida mostrou muita disputa de bola no meio-campo, e como consequência excesso de faltas. Aos poucos, o Vozão passou a ser mais perigoso e conseguiu chegar ao gol. Aos 12, Romário fez boa jogada e cruzou na medida para o avante Mota, o atacante cearense teve liberdade para escolher o canto e mandar para as redes do quadricolor, abrindo o marcador no Ipatingão.

Em desvantagem jogando em casa, o Ipatinga passou a tentar o empate a qualquer custo, porém, dando muitos espaços para o Ceará, que sempre que encaixou o contra-ataque levou perigoso. Sentido a falta de um armador de qualidade, o time mineiro apresentou como principal alternativa ofensiva as bolas alçadas para a área, mas com pouca eficiência.

Aos 29, o Ceará quase ampliou depois de bela jogada de Rogerinho, que deu assistência para o atacante Mota, que desperdiçou ótima chance de marcar, mandando por cima do travessão do goleiro Bruno. Sem conseguir agredir os visitantes, o Ipatinga permitiu que o Vozão terminasse o primeiro tempo com as rédeas do jogo.

Na volta para a etapa complementar, o Ipatinga apresentou uma melhor organização tática, mas encontrou dificuldades para furar o bom bloqueio do Ceará, que esperava o erro do Tigre para tentar ampliar o marcador. Isso quase aconteceu aos seis minutos, depois de que o lateral Paulo Sérgio acertou ótimo cruzamento para Mota, que desviou de cabeça, acertando a trave do goleiro Bruno.

Aos dez minutos não teve jeito, e o time visitante chegou ao segundo gol com Romário, que pegou rebote da defesa do Ipatinga e soltou a bomba para dar mais tranquilidade ao Ceará, que depois de sofrer pressão no começo do segundo tempo, retomou o controle do jogo. Sem criatividade, o Ipatinga só conseguia chegar nas jogadas de bola parada.

Foi dessa forma que a situação do Tigre começou a melhorar. Aos 27, Chiquinho cobrou falta e acertou o canto esquerdo do goleiro Fernando Henrique, para diminuir o prejuízo do time mineiro, que acordou os poucos torcedores que marcaram presença no Ipatingão. O gol animou o quadricolor, que tentou forçar o empate, mas aos 36, o zagueiro Pablo perdeu um gol incrível que daria a igualdade aos donos da casa, e o placar não foi mais alterado.