Clique e assine a partir de 9,90/mês

CBF fará despedida para Ronaldo, em junho, em São Paulo

Será em amistoso da seleção contra a Romênia, dia 7, no Estádio do Pacaembu

Por Da Redação - 2 mar 2011, 11h06

“Tenho certeza de que será uma grande festa, à altura da carreira desse grande craque, um dos maiores que vi atuar”

Ricardo Teixeira, na nota da CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta quarta-feira, por meio de uma nota publicada em seu site oficial, que Ronaldo fará a sua despedida oficial da seleção brasileira em amistoso contra a Romênia, no dia 7 de junho, no Estádio do Pacaembu, em São Paulo. Ronaldo anunciou sua aposentadoria no mês passado, por causa de seus problemas físicos.

Ao confirmar o duelo com a presença do Fenômeno, a CBF argumentou que “a trajetória de Ronaldo no futebol e na seleção brasileira não poderia chegar ao final sem uma homenagem marcante ao maior artilheiro da história das Copas do Mundo, tetra e pentacampeão do mundo”. A CBF classificou o ex-craque de “mais famoso camisa 9 do Brasil”

Continua após a publicidade

“O Ronaldo merece um jogo de despedida, e o torcedor brasileiro muito mais ainda vê-lo pela última vez com a camisa da seleção brasileira em um estádio no país. Tenho certeza de que será uma grande festa, à altura da carreira desse grande craque, um dos maiores que vi atuar”, afirmou Ricardo Teixeira, presidente da CBF, na nota oficial.

Como Romário – Curiosamente, Ronaldo se despedirá no mesmo estádio no qual Romário deu seu adeus oficial à seleção. Herói da conquista do título mundial de 1994, o ex-atacante defendeu o Brasil pela última vez em amistoso festivo contra a Guatemala, em abril de 2005, quando deu uma volta olímpica no Pacaembu, se emocionou na hora no hino nacional, já antes do duelo, e depois ao ser ovacionado pelos torcedores quando foi substituído.

“Ronaldo dará adeus ao torcedor em um amistoso no Pacaembu, simbolicamente o local de despedida também de um grande artilheiro, Romário, o tetracampeão do mundo em 94. A despedida de Ronaldo repete a homenagem já prestada no último jogo igualmente a dois grandes craques e artilheiros da seleção, Pelé e Zico”, diz a nota, lembrando de outros ídolos que fizeram partidas oficiais de despedida.

‘Festa’ – Quando anunciou a sua aposentadoria, no dia 14 de fevereiro, o ex-atacante do Corinthians adiantou, em entrevista coletiva, que já havia a previsão da realização de uma partida de adeus com a camisa verde e amarela. “Eu acho que em junho ou julho vamos fazer alguma coisa, tentar reunir vários jogadores que estiveram comigo e fazer uma festa de despedida”, disse Ronaldo naquela ocasião.

Continua após a publicidade

Três dias antes da despedida do Fenômeno, a seleção brasileira fará um amistoso contra a Holanda, em 4 de junho, no Serra Dourada, em Goiânia. Antes disso, o Brasil irá encarar a Escócia, no dia 27 de março, no Emirates Stadium, em Londres. Depois, o time comandado pelo técnico Mano Menezes – ex-treinador de Ronaldo no Corinthians – disputa a Copa América.

(Com Agência Estado)

Publicidade