CBF desiste de recorrer e Neymar vai deixar delegação

Confederação anunciou que vai acatar a decisão do tribunal disciplinar da Conmebol; atacante foi suspenso por quatro jogos e está oficialmente fora da Copa América

Por Da Redação - 22 jun 2015, 04h13

A CBF desistiu de recorrer da punição de quatro jogos dada ao atacante Neymar após a expulsão no jogo contra a Colômbia. A decisão foi tomada em uma reunião entre o jogador e a comissão técnica na noite deste domingo. Com a punição confirmada, o camisa 10 da seleção está oficialmente fora da Copa América e vai deixar a delegação já nesta segunda-feira.

Caso recorresse, a CBF poderia tentar reduzir a suspensão para três jogos, o que liberaria Neymar para uma eventual final.

LEIA TAMBÉM:

Sem Neymar, Brasil vence a Venezuela e avança na Copa América

Publicidade

Quartas de final terão o choque entre Argentina e Colômbia

Em nota oficial divulgada no início da madrugada desta segunda-feira, a entidade comunica que vai acatar a decisão do tribunal – mas não explica os motivos da desistência do recurso. O comunicado pede que “o mesmo rigor” usado na punição a Neymar seja adotado em todas as competições da Conmebol.

A soberba de Neymar

Expulsão – O atacante perdeu a cabeça na partida contra a Colômbia e foi expulso ao se envolver em uma confusão após o apito final. Neymar chutou a bola em Armero, tentou dar uma cabeçada em Murillo e levou um empurrão em Bacca – que também foi expulso. O brasileiro ainda xingou o árbitro a caminho do vestiário, em um episódio que foi determinante na decisão do tribunal disciplinar por uma pena mais longa.

Publicidade

Leia o comunicado da CBF:

Em reunião realizada na noite deste domingo entre Neymar e a comissão técnica, ficou decidido que a CBF acatará a decisão da Conmebol, que suspendeu o jogador por quatro partidas, o que o deixa fora da Copa América.

A comissão técnica e o jogador esperam que o mesmo rigor com que a Conmebol puniu Neymar seja adotado em todas as competições organizadas pela entidade.

Por fim, a comissão técnica da Seleção Brasileira lamenta o fato da perda de mais um jogador importante para a disputa desta competição.

Publicidade

Neymar deixa a delegação que está concentrada no Hotel Sheraton, em Santiago, nesta segunda-feira.

(Da redação)

Publicidade