Clique e assine a partir de 9,90/mês

CBF confirma retorno do técnico Dunga à seleção brasileira

Alexandre Gallo será o treinador da seleção olímpica nos Jogos de 2016, no Rio

Por Da Redação - 22 jul 2014, 11h01

O ex-jogador Dunga foi confirmado na manhã desta terça-feira como o novo técnico da seleção brasileira, em anúncio realizado pelo presidente da CBF, José Maria Marin, na sede da entidade, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Aos 51 anos, ele substitui Luiz Felipe Scolari e retorna ao cargo que ocupou entre 2006 e 2010. A reestreia de Dunga como técnico acontecerá em 5 de setembro, em amistoso contra a Colômbia, em Miami.

Leia também:

Dunga chega na retranca: ‘Assumo culpa e estou pronto para receber críticas’

As apostas de Dunga, nem sempre vencedoras, na seleção

CBF quer usar Dunga como escudo para dirigentes

Gilmar Rinaldi é o novo coordenador geral da CBF

Dunga e o coordenador-geral da seleção, Gilmar Rinaldi, anunciaram que Alexandre Gallo será a treinador da seleção olímpica, nos Jogos de 2016, no Rio. A CBF, no entanto, ainda não definiu os outros integrantes da comissão técnica. O ex-jogador Jorginho, que foi auxiliar de Dunga na primeira passagem, atualmente trabalha como técnico do Al Wasl, dos Emirados Árabes, e não deve fazer parte da equipe.

Em sua primeira passagem pela seleção, Dunga dirigiu a equipe em 60 partidas, com 42 vitórias, doze empates e seis derrotas (aproveitamento de 76,6% dos pontos) e dois títulos conquistados, a Copa América de 2007 e a Copa das Confederações de 2009 – a seleção ainda foi medalha de bronze na Olimpíada de Pequim-2008. Ele deixou o cargo após a eliminação para a Holanda, nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Desde então, Dunga trabalhou apenas por nove meses no Internacional, onde conquistou o Campeonato Gaúcho de 2013. Como jogador, Dunga participou de três Copas do Mundo e foi o capitão brasileiro na conquista do tetracampeonato, em 1994, nos Estados Unidos.

Continua após a publicidade
Publicidade