Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Casagrande sente baque da morte de Sócrates no Pacaembu

Por Da Redação 4 dez 2011, 15h08

O dia começou triste aos corintianos: a morte de Sócrates foi confirmada às 4h30 deste domingo. Ex-companheiro do Doutor, Casagrande demonstrou grande emoção ao tratar do assunto ao chegar ao estádio do Pacaembu, onde irá trabalhar como comentarista.

‘No começo do dia, eu estava meio perdido, mas agora estou com vontade de ficar debaixo da minha cama’, definiu o antigo ídolo da Fiel, em entrevista à Rádio Estadão ESPN.

Casagrande viveu na pele o drama de um grave problema de saúde relacionado a um vício. O ex-centroavante ficou afastado da função de comentarista para tratar problemas com drogas.

‘Uma parte da minha história foi embora, comecei a pensar em tudo o que tinha acontecido. Metade da minha história foi embora, agora falta um complemento. Eu ficava meses e anos sem vê-lo, mas a nossa relação parecia aquele desenho que os personagens uniam os anéis’, definiu.

Mesmo com toda a tristeza, Casagrande rejeitou a chance de não cumprir o compromisso profissional deste domingo. ‘O pessoal perguntou eu se queria trabalhar, eu falei tudo bem, mas é complicado, é um assunto inevitável de ser perguntado, estou baqueado’, encerrou.

Continua após a publicidade
Publicidade