Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

CAS anula banimento olímpico britânico por doping

Por Da Redação 30 abr 2012, 14h39

Por AE-AP

Lausanne – A Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) anulou nesta segunda-feira a exclusão por toda a vida imposta pela Grã-Bretanha aos atletas flagrados em exame antidoping que os deixava fora de todas as edições deJogos Olímpicos. O tribunal determinou que o estatuto da Associação Olímpica Britânica (BOA, na sigla em inglês) estabeleceu há 20 anos viola o código da Agência Mundial Antidoping.

O veredicto da CAS foi revelado nesta segunda-feira. Segundo a corte, uma exclusão por toda a vida dos Jogos Olímpicos representa uma segunda punição, posterior ao castigo inicial por doping. A BOA argumentava que se tratava de um questão de elegibilidade e não uma sanção.

A definição da CAS segue a mesma linha da sua decisão em outubro, quando rejeitou a regra do Comitê Olímpico Internacional, que proibia a participação nos Jogos de atletas suspensos por doping por mais de seis meses.

Com essa decisão, a CAS abre as portas para o velocista Dwain Chambers e o ciclista Davi Millar, que haviam ficado fora por doping. Agora, ambos podem buscar a classificação para representar a Grã-Bretanha nos Jogos Olímpicos de Londres, que serão disputados entre 27 de julho e 12 de agosto.

Continua após a publicidade
Publicidade