Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Carro quebra ao meio e pega fogo em acidente na F1; Grosjean passa bem

<p>Batida assustadora causou a interrupção do GP do Bahrein; piloto francês da Haas escapou do fogo e foi levado a um hospital</p>

Por Da Redação Atualizado em 11 jan 2022, 16h49 - Publicado em 29 nov 2020, 12h27

O GP do Barein de Fórmula 1 foi interrompido por mais de uma hora neste domingo, 29, pouco após largada, em razão de um acidente assustador envolvendo Romain Grosjean, da equipe Haas, cujo carro bateu forte no muro, quebrou ao meio e pegou fogo. O piloto francês conseguiu escapar  com a ajuda de profissionais do corpo médico da FIA, cerca de 30 segundos depois da batida.

Grosjean perdeu o controle do carro depois de tocar na AlphaTauri do russo Daniil Kvyat e entrou debaixo do guard dail em uma cena impressionante. Apesar de ter conseguido deixar o carro, consciente e amparado pelos médicos, Grosjean sofreu queimaduras leves e há suspeita de que tenha fraturado as costelas. Ele foi transferido do centro médio para um hospital, de helicóptero.

Pouco depois, a equipe Haas informou que Grosjean teve queimaduras nas mãos e tornozelos, mas estava bem no momento do primeiro atendimento, na qual recebeu o auxílio de um tubo de oxigênio.

“Romain está bem, não quero fazer um comentário médico, mas ele tinha queimaduras leves nas mãos e tornozelos. Obviamente, ele está abalado . Quero agradecer às equipes de resgate que foram muito rápidas. Os comissários e pessoal da FIA fizeram um ótimo trabalho, mas foi assustador”, revelou Gunther Steiner, chefe da Haas.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

O heptacampeão Lewis Hamilton, da Merecedes, que acabou vencendo a corrida, postou uma mensagem de apoio ao colega em suas redes sociais. “Muito grato por Romain estar bem. Uau, o risco que corremos não é piada, para quem esquece que colocamos nossa vida em jogo por esse esporte que amamos. Obrigado à FIA pelos enormes avanços em segurança para que Romain pudesse sair andando disso tudo de forma segura.” Max Verstappen, da RBR, ficou em segundo lugar, seguido por seu companheiro de equipe, Alexander Albon.

 

 

 

 

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade