Clique e assine com até 92% de desconto

Carlos Nunes afirma que convocação de ‘desertores’ depende de Magnano

Por Da Redação 11 set 2011, 23h38

Após voltar às Olimpíadas depois de 16 anos de ausência, a Seleção Brasileira de basquete viverá um dilema daqui pra frente: convocar ou não Leandrinho, Nenê e Varejão, que pediram dispensa do Pré-Olímpico de Mar del Plata. Carlos Nunes, presidente da CBB (Confederação Brasileira de Basquete), transferiu a responsabilidade ao técnico Rubén Magnano.

‘O Varejão estava realmente machucado. Os outros dois, não sei. A decisão vai depender apenas do Rubén. Quem decide é ele’, expôs ao canal SporTV, após a derrota deste domingo contra a anfitriã Argentina. Com o revés, o time verde-amarelo ficou com o segundo posto do certame.

O mandatário, que se mostrou ‘feliz demais como a coroação do planejamento’, ressaltou, no entanto, que o grupo que protagonizou a campanha em Mar del Plata tem de ter vaga cativa em Londres. ‘O certo é que esses meninos que trouxeram esta vaga devem estar em Londres’, concluiu.

Leandrinho e Nenê alegaram motivos particulares para não participarem do torneio. Tiago Splitter foi o único atleta nacional que joga a NBA que integrou o elenco da Seleção.

Continua após a publicidade
Publicidade