Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Carlos César preocupa e Marquinhos Cambalhota mira volta ao Galo

Por Da Redação 1 nov 2011, 08h35

Depois de duas vitórias seguidas, a maré do Atlético-MG parece ter mudado para melhor. Isso porque, a equipe alvinegra entrou em campo contra o Palmeiras com seis jogadores pendurados com dois cartões amarelos e nenhum atleta foi advertido com o terceiro cartão, Renan Ribeiro, Leonardo Silva, Fillipe Soutto, Neto Berola, Magno Alves e Carlos César saíram ilesos.

O lateral-direito Carlos César, no entanto, é o único que preocupa para a partida contra o Grêmio, no próximo sábado. O jogador sentiu uma entorse no joelho esquerdo e realizou um exame de ressonância magnética para saber a gravidade da lesão. O resultado deve ser divulgado nesta terça-feira, mas o atleta disse após a partida contra o Palmeiras que vai entrar em campo.

O Atlético-MG ainda pode ganhar o reforço do atacante Marquinhos Cambalhota que segundo o médico do Galo, Otaviano Oliveira, já está liberado para as atividades físicas. ‘O Marquinhos teve uma lesão até certo ponto rara, ao sofrer estiramento do músculo retro-femoral, próximo ao tendão, que demanda mais tempo de recuperação e cicatrização do estiramento’, explicou.

Cambalhota não vê a hora de mostrar com a camisa do Atlético-MG o mesmo futebol que apresentou no futebol do Japão, onde ganhou destaque, chamando a atenção do Galo. ‘Espero poder dar muita alegria ao torcedor. Fiquei triste porque a lesão veio em um momento bom da minha readaptação ao Brasil, então, voltarei agora com ainda mais vontade e dedicação do que quando cheguei ao clube’, afirmou.

Continua após a publicidade
Publicidade