Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Carlo Ancelotti diz que Pato e Kaká ainda são alvos do PSG

Por Da Redação 3 fev 2012, 15h37

O Paris Saint-Germain está cada vez mais brasileiro. Na última janela, o diretor esportivo Leonardo trouxe o zagueiro Alex, o volante Thiago Motta e o lateral Maxwell. O time também tentou sem sucesso contratar Leandro Damião, Kaká e Alexandre Pato. Mas, segundo o técnico Carlo Ancelotti, o PSG não se desanimou com as negativas dessa janela e vai continuar tentando contratar os três brasileiros.

‘Eu não falei com Pato. O Milan não quis vender e a negociação parou aí. Não existe nada já acertado para junho’, esclareceu primeiro o técnico. ‘Nossa prioridade é um atacante, mas Pato não é o único candidato. Ele é um atacante de alto calibre, mas também estamos acompanhando a situação de Leandro Damião’, continuou.

O italiano também falou sobre Kaká. ‘Se o Real Madrid decidir vendê-lo, vamos tentar a contratação e ver o que podemos fazer. Sempre existe espaço para alguém como ele, mas ele não é uma prioridade no momento, já que contamos com Javier Pastore e Jérémy Ménez para a sua posição’, declarou o treinador.

Dos três, o que chegou mais perto de reforçar o time francês foi o atacante Alexandre Pato, com o Paris Saint-Germain fazendo uma proposta oficial de 30 milhões de euros (cerca de 68 milhões de reais). O clube milanês ficou tentado a aceitar o valor para utilizá-lo na contratação do argentino Carlos Tevez e boa parte da mídia europeia noticiou que a negociação de Pato já estava selada, mas o presidente Silvio Berlusconi decidiu manter o brasileiro no time.

O argentino Tevez, aliás, também foi um alvo do PSG. Ancelotti aproveitou para falar sobre a negociação. ‘Não conseguimos chegar a um acordo sobre os salários de Tevez. Isso deveria servir como um sinal: não gastando dinheiro sem pensar’, finalizou o ex-treinador do Milan, onde trabalhou com Pato e Kaká.

Continua após a publicidade
Publicidade