Canoagem: Isaquias Queiroz conquista medalha de ouro no Pan de Lima

Atleta brasileiro levou o bicampeonato na prova C1 1.000 metros

Por Estadão Conteúdo - 29 jul 2019, 13h03

Isaquias Queiroz conquistou nesta segunda-feira, 29, o bicampeonato da prova do C1 1.000 metros nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. Medalhista de ouro desse evento há quatro anos, em Toronto, o brasileiro confirmou o seu favoritismo ao completar a prova em 3min47s631.

Após concluir os primeiros 500m da prova na liderança, Isaquias ampliou a sua vantagem na parte final para o cubano Fernando Jorge, que foi o segundo colocado, a 0s943 do campeão. O canadense Drew Hodges ficou na terceira posição, a distantes 10s23 do brasileiro.

Três vezes medalhista na Olimpíada do Rio, Isaquias passa a somar quatro medalhas na história do Pan. Em 2015, além do ouro no C1 1.000m, também venceu a prova do C1 200m e foi prata no C2 1.000m.

Com o triunfo desta segunda, Isaquias deixa para trás o susto e a decepção do ultimo sábado, quando a expectativa era grande para uma medalha de ouro na dupla com Erlon de Souza no C2 1.000m, mas, pouco antes da metade da prova, seu companheiro teve um mal súbito e o barco parou.

Publicidade

Isaquias melhorou bastante o tempo com o qual faturou a medalha de prata na Olimpíada do Rio-2016. Na ocasião, cravou 3m58s529. Seu tempo também foi superior ao do campeão olímpico no Brasil, o alemão Sebastian Brendel, que terminou a prova em 3m56s926. Na canoagem, no entanto, fatores como vento e qualidade da água influenciam no resultado.  

Bronze – Também nesta segunda-feira, Vagner Souta faturou a medalha de bronze na disputa do K1 1.000m no Pan. O brasileiro completou a prova em 3min35s960. Ficou atrás, assim, do argentino Agustin Vernice, que liderou disputa desde o começo e cravou 3min31s95, e do canadense Marshal Hughes, que havia terminado os primeiros 500 metros na sexta posição, mas garantiu o segundo lugar com 3min35s907.

Em 2015, Vagner Souta, de 28 anos, conquistou duas medalhas no Pan de Toronto, levando a prata no K4 1.000m e o bronze no K2 1.000m, resultado agora repetido em Lima.

Publicidade