Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

‘Canhão da Vila’, Pepe espera que Santos chegue à final sem dificuldades

Por Da Redação 13 dez 2011, 10h10

Grande ídolo da história do Santos, o ex-ponta esquerda Pepe sabe bem qual é o caminho para a conquista de um título mundial. Bicampeão pelo Peixe nos anos 60 (1962 e 1963), quando ajudou o clube a bater o Benfica (Portugal) e o Milan (Itália), o eterno ‘canhão da Vila’ espera que os santistas repitam o feito do esquadrão liderado pelo Rei Pelé, chegando à final do Mundial de Clubes da Fifa, no Japão, em busca da terceira estrela.

Mas, o primeiro desafio do time alvinegro na Terra do Sol Nascente é passar pelas semifinais da competição. Para isso, Pepe, que está otimista quanto às chances do Santos no Mundial, pede à equipe que mantenha o respeito ao Kashiwa Reysol (Japão), seu adversário desta quarta-feira, às 8h30 (horário de Brasília), em Toyota, pelas semifinais do torneio.

‘Essa partida (contra o Kashiwa Reysol) acontece em um momento estranho, porque agora só se fala da possível final entre Santos e Barcelona (Espanha). Mas tem essa pedra no sapato no meio do caminho e não podemos esquecer o exemplo do Inter-RS no ano passado (eliminado pelo Mazembe, da República Democrática do Congo, nas semifinais do Mundial de 2010). Porém, se o Santos jogar com seriedade, sem cair no ‘oba-oba’, deve passar como um ‘trator”, disse o ex-jogador.

No entanto, Pepe não crê que o Peixe irá subestimar o rival nipônico. Para o antigo camisa 11 santista, o técnico Muricy Ramalho irá trabalhar bastante o lado psicológico dos atletas, para evitar um relaxamento antes da semifinal do Mundial de Clubes.

‘O Muricy é um homem muito sério e com certeza sabe as condições nas quais o Santos irá enfrentar o Kashiwa. Não acredito que o Santos irá deixar escapar essa oportunidade de ir para a final com o Barcelona’, concluiu Pepe.

Vale lembrar que, na outra chave, o favorito Barça enfrenta o Al Sadd (Catar), na quinta, em Yokohama, para definir o outro finalista do campeonato.

A final e a decisão do terceiro lugar do Mundial estão marcadas para o próximo domingo, também em Yokohama.

Continua após a publicidade
Publicidade