Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Campo ruim da Arena faz Grêmio cogitar volta ao Olímpico

Técnico quer jogar no estádio antigo por um mês, até que o gramado melhore

O gramado ainda irregular da Arena foi apontado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo como uma das causas para a atuação decepcionante do Grêmio na derrota por 2 a 1 para o Huachipato, na noite de quinta-feira, na primeira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Luxa sugeriu que o clube volte a utilizar o Estádio Olímpico provisoriamente, até que o campo esteja em perfeitas condições. O Grêmio promoveu grandes comemorações tanto na despedida do Olímpico como na inauguração da Arena. Para o treinador, porém, isso não deve ser obstáculo para um possível recuo. “O bom senso deve prevalecer. Quem sabe não podemos jogar no Olímpico por um mês? O gramado da Arena não está pronto ainda. A OAS é parceira do Grêmio. Por que não sentar e conversar sobre esta situação? Se você leva oito ou dez segundos para dominar uma bola, o adversário já se fechou”, reclamou. Na festa que abriu o estádio, o gramado já tinha sido apontado como um grande problema do novo estádio.

Leia também:

Nova Arena do Grêmio está pronta para 2014 – e fora da Copa do Mundo

Com festa e fanatismo, novo caldeirão gremista ferve já na primeira noite

Inauguração do estádio mostra a importância de eventos-teste para 2014

Por que a ‘avalanche’ dos torcedores não tem espaço na Arena do Grêmio

Além do piso irregular, o treinador disse que o excesso de confiança e a falta de entrosamento prejudicaram seu time nesta quinta-feira. “Nesta semana só se falou no Grêmio. Fizemos ótimas contratações e viramos candidatos a ganhar a Libertadores em quatro ou cinco dias. Mas tem um detalhe: para tudo isso acontecer, esse time tem que jogar, e ele ainda não jogou. Esse processo é muito normal. Agora vai haver a cobrança, e teremos que correr atrás”, analisou. Na próxima quarta, o time gaúcho vai ao Rio enfrentar o atual campeão brasileiro, o Fluminense. Apesar da dificuldade da partida, Luxemburgo pede calma à equipe: “Não podemos jogar toda a nossa classificação contra o Fluminense. Com dez pontos é possível alcançar a classificação, e temos mais 15 para disputar”, lembrou. Para preservar os titulares para esse jogo, Luxemburgo escalará os reservas no fim de semana, em partida contra o Veranópolis pelo campeonato estadual.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

(Com agência Gazeta Press)