Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Campo do Mineirão preocupa para final da Copa do Brasil

No domingo, Cruzeiro garantiu título do Brasileirão sobre gramado encharcado. Na quarta, time terá de reverter vantagem do Atlético para levar a tríplice coroa

Por Da Redação 25 nov 2014, 11h24

“Estamos concentrados e com muita vontade de vencer. É uma final histórica, que vai ficar marcada. Todos os jogadores têm consciência do que representa o jogo”, disse Diego Tardelli

A histórica final da Copa do Brasil entre Cruzeiro e Atlético-MG pode ser prejudicada pelas condições do gramado do Mineirão. No domingo, os cruzeirenses celebraram o tetracampeonato nacional diante do Goiás sob forte chuva, que deixou o campo encharcado e bastante danificado. Como a previsão para o segundo jogo da decisão mineira também é de chuva, tanto atleticanos como cruzeirenses temem que a qualidade do espetáculo seja prejudicada. O atacante Diego Tardelli acredita, porém, que a chuva pode ser benéfica para o Atlético, que entrará no Mineirão, na quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), podendo perder por até um gol de diferença, já que venceu a partida de ida por 2 a 0, no Independência.

Leia também:

Campeão Cruzeiro encurta festa pensando na tríplice coroa

STJD acata pedido do Atlético e obriga Cruzeiro a ceder 10% de ingressos

Cruzeiro terá de se inspirar no arquirrival Atlético para virar​

“O gramado prejudica os dois times, pois ambos sabem jogar, colocam a bola no chão. Se chover, o jogo fica mais truncado e pode ajudar o Atlético. A gente está preparado para chuva, para um raio que caia em campo, qualquer coisa”, afirmou Tardelli, o maior ídolo da torcida alvinegra no momento. Do outro lado, o goleador Marcelo Moreno admitiu que as condições do gramado preocupam o elenco cruzeirense, que terá de reverter a boa vantagem do rival. “Dificulta muito. A gente não via o campo do Mineirão desse jeito havia muito tempo”. O boliviano, porém, confia no sistema de drenagem do estádio. “Acredito que vai melhorar. O pessoal do estádio vai fazer de tudo para que o campo esteja bom, para que a gente faça um grande jogo para dar tudo certo”.

Continua após a publicidade

Leia também:

Atlético-MG vence o Cruzeiro e abre vantagem na decisão

Clássico mineiro será o oitavo dérbi a decidir título nacionals

Levir x Marcelo: um duelo particular para evitar ser ‘trivice’

Confiança – Apesar da derrota no jogo de ida, o Cruzeiro ainda mantém vivo o sonho da tríplice coroa (títulos do estadual, do Brasileirão e da Copa do Brasil). Artilheiro do time na temporada, Marcelo Moreno acredita que o tetracampeonato conquistado no domingo deu ainda mais forças ao elenco cruzeirense. “Queríamos ser campeões brasileiros e chegar com moral, impor respeito dentro do Mineirão. O time está preparado, todos os jogadores vão estar à disposição do Marcelo Oliveira. O nosso time é capaz de mostrar grandes coisas. A gente espera que o time esteja em uma noite iluminada”, afirmou o boliviano. Ele assegura que as comemorações do tetra já ficaram para trás. “A gente sabia que teria de trocar o chip. O foco está totalmente no Atlético.”

Tardelli, que participou da conquista da Libertadores de 2013, acredita que o título da Copa do Brasil seria tão especial quanto aquele para o torcedor, até pela trajetória percorrida pela equipe até a decisão. “Ganhamos dos grandes clubes do futebol brasileiro, Palmeiras, Corinthians, Flamengo, e vencemos a primeira final contra o Cruzeiro. Então, a gente ia ficar bastante orgulhoso de conseguir esse titulo porque chegamos à final com méritos.” Tardelli ressaltou a importância da primeira final nacional entre os rivais mineiros e afirmou que, em um momento como este, os atletas superam até as limitações físicas. “Nesse jogo não tem lesão, não tem dorzinha, é guerra. Está todo mundo ansioso, querendo que chegue logo esse momento tão esperado. Estamos preparados, concentrados e com muita vontade de vencer. É uma final histórica, que vai ficar marcada. Todos os jogadores têm consciência do que representa esse jogo.”

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade