Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Campeonato turco é suspenso após tiros contra ônibus do Fenerbahçe

Autoridades suspeitam que torcedores do Trabzsonspor tenham planejado o atentado. Motorista do veículo foi atingido, mas passa bem

Por Da Redação 6 abr 2015, 11h54

A Federação Turca de Futebol suspendeu a liga nacional por pelo menos uma semana nesta segunda-feira, dois dias depois de o ônibus do Fenerbahçe ter sido atacado a tiros, em Trabzon. A equipe de Istambul, uma das mais tradicionais do país, já havia avisado que não voltaria a jogar enquanto as circunstâncias do atentado não fossem esclarecidas. O motorista do ônibus foi a única pessoa atingida por um disparo e segue internado, mas passa bem.

Leia também:

Briga entre torcedores e policiais deixa 19 mortos no Egito

O veículo foi atingido pouco depois da goleada do Fenerbahçe por 5 a 1 sobre o Çaykur Rizespor no sábado. As autoridades turcas apontam torcedores do Trabzsonspor, a equipe local, como principais suspeitos do crime. Jornais europeus afirmaram que a intenção do atirador era fazer com que o ônibus caísse no Mar Negro, já que o veículo se encontrava em uma ponte. Um segurança, do clube, porém, conseguiu puxar o freio de mão ao ver que o motorista havia perdido o controle do ônibus ao ser baleado.

“O lado psicológico dos jogadores não está bom (…) A intenção da ação que sofremos é muita clara: 41 pessoas foram ameaçadas de morte. Não há sentido em jogar esta competição”, afirmou o diretor esportivo do Fenerbahçe, Deniz Aytore, em comunicado oficial. “Senti muito medo. Estava falando no celular com minha família e escutei um barulho terrível. Vimos o motorista sangrando, e em seguida fui ajudá-lo. Se não fosse a perícia dele, acabaríamos no mar”, contou o atacante camaronês Pierre Webó à rádio espanhola Onda Cero. A federação espera que o caso seja solucionado em breve e que o Campeonato Turco seja reiniciado em duas semanas.

(da redação)

Continua após a publicidade

Publicidade