Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Campeão do UFC, Junior Cigano quer desafios no boxe

Brasileiro diz que quer ficar bastante tempo com o cinturão dos pesados

“Quero muito fazer uma luta para me testar no boxe”

Último brasileiro a conquistar um título no UFC, dia 13 de novembro, na primeira transmissão para TV aberta nos EUA e estreia do UFC na TV Globo, @Junior_Cigano, campeão da categoria peso-pesado, retornou a Salvador, cidade onde treina, na última quinta-feira, e desfilou em carro de bombeiro, junto com o treinador de boxe Luiz Dórea, estreando seu lado de estrela do esporte. Além das defesas do cinturão que vai ter de fazer, agora Cigano quer um novo desafio, o de “fazer uma luta para testar seu boxe”.

“Estou muito feliz. Gosto das mudanças na minha vida. Não posso mais fazer coisas que achava normal, como sair na rua. Mas gosto disso. É o reconhecimento de um trabalho bem feito. Sou um cara de sorte. Mas também confesso que ainda não caiu a ficha de que sou campeão do UFC.” Minutos antes da luta em que se tornou campeão, Cigano sentiu uma lesão no menisco do joelho esquerdo, ocorrida num treino dez dias antes. Cigano ainda não sabe se passará por uma operação para voltar ao octógono, mas já fala sobre seu próximo adversário – o rival deve ser o vencedor entre Brock Lesnar e Alistair Overeem, no UFC 141, dia 30 de dezembro. “Os dois são gigantes e muito fortes, mas acho que o Lesnar é mais perigoso. Nunca escolhi adversário, luto com quem estiver credenciado.” Boxe – Adversários dizem que o boxe de Júnior Cigano é um dos melhores do UFC. “Quero muito fazer uma luta para me testar no boxe. Quanto mais evoluímos maiores são os sonhos. Ainda não sei qual será o próximo passo, mas quero manter o cinturão por muito tempo.” Para Dórea, Cigano seria um dos melhores boxeadores brasileiros. “É um peso-pesado que se movimenta como peso-leve. Ele tem uma excelente técnica e treina muito, mesmo se não tem luta.”