Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Camaro aparece renovado em NY. E resgata o Z28

Apesar de mais 'musculoso', o Z28 tem 136 quilos a menos que o Camaro ZL1

Poderia ter sido durante o Salão de Detroit, a maior mostra automotiva dos Estados Unidos, realizada anualmente em janeiro, mas a General Motors escolheu a sofisticação do Salão de Nova York para mostrar o renovado Chevrolet Camaro, versão 2014. Além do desenho atualizado, que manteve os contornos de apelo futurista do projeto original, a GM ressuscitou o Z28, a versão mais poderosa do Camaro de primeira geração, lançada em 1967, e que retorna agora conferindo aspecto mais musculoso ao cupê.

Enquanto isso, lá fora…

Nos EUA, os modelos 2013 custam:

  1. • Cupê: 23.345 dólares, ou 47.000 reais
  2. • Conversível: 30.660 dólares, ou 61.700 reais
  3. • ZL1: 54.350 dólares, ou 109.400 reais

Leia também: Por que o carro é tão caro no Brasil?

Leia também:

Audi revela novo A3 Sedan. No Brasil, só em 2014

Mercedes C 250 Turbo Sport chega por R$ 189.900

HB20 decepciona em crash test. EcoSport vai bem

Sob o capô está um motor LS7 V8 7.0 litros herdado do Corvette Z06 e capaz de entregar 507 cv e 64,9 kgfm de torque. Ele está associado exclusivamente a um câmbio manual Tremec, de seis marchas – não há opção com transmissão automática neste caso. A suspensão conta com molas mais rígidas e amortecedores ajustáveis, e os freios, fornecidos pela italiana Brembo, são equipados com discos feitos de compostos de cerâmica e carbono.

Leia também:

Novo Porsche Cayman chega em abril, por até R$ 399.000

Novo Range Rover: preços entre 550.000 e 600.000 reais

Mercedes C 250 Turbo Sport chega por R$ 189.900

As mudanças no visual do Camaro se restringem a um “botox” aplicado nas partes dianteira e traseira da carroceria. Na frente, a grade diminuiu de tamanho, os faróis perderam as lentes arredondadas, e também passam a agregar luzes de pisca. Mas a clássica fenda frontal inspirada no Camaro original e que abriga todos esses componentes continua a mesma. A entrada de ar do para-choque dianteiro aumentou e as caixas redondas dos faróis auxiliares ficaram quadradas.

Quer saber quanto vale seu carro? Consulte a tabela VEJA

As últimas informações sobre lançamentos, recall, test drives e mercado

Atrás, a mudança mais significativa coube às lanternas. No lugar das quatro lentes – duas de cada lado – do Camaro anterior, há duas grandes máscaras retangulares, com a luz de ré ao centro. No Z28, os para-lamas e spoilers são mais salientes e um aerofólio adorna a tampa do porta-malas. Também chamam a atenção as quatro saídas de escapamento e as rodas de liga leve, aro 19, calçadas com pneus Pirelli PZero Trofeo R.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Mas apesar da aparência agressiva, o Z28 se destaca pelo peso: são 136 quilos a menos que o Camaro ZL1, versão anterior do cupê equipada com o mesmo motor V8 6.2, do Corvette ZR1. O regime se deu graças à utilização de materiais mais leves em diversos componentes como rodas, bateria e vidros. Faróis com lâmpadas de xenônio e ar-condicionado são itens opcionais no Z28, mas os bancos esportivos da marca Recaro e o volante de base achatada vêm de série. A expectativa é de que ele esteja nas lojas dos EUA até setembro.