Clique e assine a partir de 9,90/mês

Caio Júnior testa Everton e Felipe Menezes no Botafogo

Por Da Redação - 14 set 2011, 19h40

Por AE

Rio – Sob chuva fina e tempo frio, o técnico Caio Júnior colocou os jogadores do Botafogo para treinar finalizações e os deixou relaxar em um descontraído rachão nesta quarta-feira. Mas a cabeça do treinador anda a mil por dois motivos. Os cinco gols sofridos contra o Coritiba e a ausência de Elkeson, principal nome do time neste Campeonato Brasileiro.

Para a primeira questão, Caio julga ter a solução em mãos. O zagueiro Antônio Carlos, recuperado de um estiramento muscular, volta para encarar o Flamengo domingo, no Engenhão.

“É muito ruim ficar de fora, ainda mais quando o momento do time é bom. Mas volto para ajudar. As falhas da defesa no último jogo foram atípicas”, disse o defensor.

Continua após a publicidade

Para o segundo problema a dor de cabeça do técnico é mais intensa. O retorno de Maicosuel, recuperado de uma gripe, não ameniza a perda do artilheiro do time na competição. São funções diferentes e Caio ainda não definiu o substituto.

“Não sabemos quem vai jogar. Mas o Elkeson faz muita falta. Ele chuta de fora da área, articula nossas jogadas e ainda marca o avanço dos laterais”, apontou Antônio Carlos. “No último jogo sentimos falta do Maicosuel, agora não temos o Elkeson. Vamos ver o que o professor está pensando”.

A princípio são duas as opções mais evidentes: Everton e Felipe Menezes. O primeiro é jogador mais agudo, de lado de campo. O segundo é homem de articulação, que joga pelo meio. Caio Júnior vai decidir com base nas suas análises do rival. Nesta quarta gastou 50 minutos antes do treino em sessão de vídeo com os jogadores para mostrar pontos fracos e fortes do rival.

Publicidade