Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cabaye diz que briga entre jogadores franceses não passam de boatos

As especulações divulgadas pela imprensa francesa de que os jogadores da seleção teriam brigado durante a disputa da Eurocopa segue como um dos principais assuntos no Velho Continente. Após o goleiro Lloris admitir que existiram discussões sadias entre os atletas, o jogador Yohan Cabaye reforçou o coro do capitão de sua equipe e negou que qualquer briga mais séria tenha acontecido nos vestiários dos ‘Bleus’.

Eliminada pela Espanha nas quartas de final do torneio, a França enfrenta problemas de relacionamento desde a gestão do técnico Raymond Domenech. Os boatos de que nomes como Samir Nasri e Olivier Giroud não se entendem cresceram depois que o time perdeu por 2 a 0 para a Fúria, no último sábado. Nasri, inclusive, ofendeu um jornalista da agência ‘AFP ‘ao ser questionado sobre o assunto.

‘Não houve guerra no elenco. O que aconteceu foi uma discussão entre os jogadores, mas conversamos e tudo acabou. Não aconteceu nada entre Giroud e Nasri. Nada é verdade. Posso dizer que tudo estava bem no grupo. Temos nossas personalidades. O que importa é ser tolerante e se esforçar. Todos queriam o mesmo: ir longe nesta competição’, bradou Cabaye.

Além de abordar o polêmico tema envolvendo os bastidores de sua seleção, o meia francês também lamentou os resultados negativos que marcaram as últimas apresentações da equipe no torneio continental. Uma derrota para a Suécia por 2 a 0 selou a campanha da equipe na fase de grupos e impediu o time de pegar outro adversário teoricamente mais fraco que a atual campeão do mundo e da própria Eurocopa.

‘Se nós ganhássemos da Suécia, poderíamos ter enfrentado a Itália, mas não temos certeza alguma se conseguiríamos a vitória. Contra a Espanha, sabíamos do jogo complicado, mas esperávamos ter duas ou três chances. A verdade é que tudo acabou e isso é frustrante’, encerrou o atleta.