Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Button encerra especulações e renova contrato com McLaren

As especulações envolvendo o futuro do piloto inglês Jenson Button foram encerradas nesta quarta-feira. A McLaren, equipe na qual chegou no ano de 2010, anunciou nesta manhã a renovação do contrato com o campeão mundial de 2009 por ?vários anos’.

Apesar de não ter confirmado o período em que o inglês ficará no time, foi dito que as intenções de ambos é de que o vínculo seja estável e a longo prazo.

‘Eu nunca me senti mais em casa do que como me sinto na Vodafone McLaren Mercedes’, exaltou Button após o anúncio. ‘Ganhei quatro de minhas corridas vencedoras aqui e agora estou em segundo no campeonato. Sinto que sou um piloto cada vez melhor’.

Campeão do Mundial com a Brawn GP, em 2009, Button foi colocado em uma possível transferência para a rival Ferrari recentemente, e seu futuro na F-1 pareceu incerto durante um período.

‘Como piloto de corridas, esses são sentimentos incrivelmente poderosos para se compartilhar e fazer parte, e eles só reforçaram meu desejo de comprometer meu futuro a longo prazo aqui nesta equipe’, acrescentou. ‘Nós aqui na McLaren sabemos como vencer, e estamos agora focados melhorando uma organização que nos permitirá fazer isso durante anos’.

O chefe da equipe, Martin Whitmarsh, comemorou o anúncio. ‘Jenson é um grande piloto e um cara excepcional. Na verdade, posso dizer com segurança que ele um dos mais capazes e respeitados pilotos que já tivemos, e eu estou absolutamente encantado que ele irá continuar a trabalhar conosco no futuro’.

Companheiro de equipe de Button, Lewis Hamilton também comentou a nova notícia. ‘É ótimo que Jenson tenha escolhido continuar na McLaren. Ele tem sido uma ótima pessoa para de trabalhar junto, um jogador com trabalho de equipe, desde o momento que o recebemos’, disse.

Em seu primeiro ano na McLaren, em 2010, Button venceu duas corridas e chegou mais três vezes no pódio. Nesta temporada, é o único que ainda tem chances matemáticas de ser campeão além de Sebastian Vettel. No entanto, o alemão da Red Bull só precisa de mais um ponto para ser bicampeão.