Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Buscando reação, Atlético-MG e Flamengo se enfrentam em Minas

Por Da Redação 21 set 2011, 08h33

O Flamengo visita o Atlético-MG nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG), em confronto válido pela 25rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes buscam a reação na competição para se afastar da crise. O Rubro-negro, que vem despencando na tabela de classificação e aparece com 37 pontos, em sexto lugar, não vence há nove partidas.

O empate por 1 a 1 com o Botafogo, no fim de semana, deixou o time ainda mais longe da luta pelo título. O Galo, que foi derrotado pelo Atlético-GO por 1 a 0, retornou para a zona de rebaixamento, com apenas 24 pontos, e necessita ainda mais de um triunfo.

O derrotado desta quarta-feira com certeza vai mergulhar na crise, mas seus treinadores preferem evitar o tema e pensar apenas no que pode acontecer dentro de campo. ‘Com a sequência de resultados negativos começaram a falar em crise, em mau relacionamento entre os jogadores e a comissão técnica, em um ambiente ruim. Mas não existia isso antes? Claro que isso não existe. Tivemos tropeços por conta de vários fatores dentro de campo, lesões, desfalques e porque enfrentamos rivais de qualidade. Mas o nosso foco neste momento é apenas a partida contra o Atlético Mineiro, pois mostramos evolução contra o Botafogo e podemos ganhar fora de casa’, disse Vanderlei Luxemburgo, técnico do Flamengo.

Cuca, treinador do Atlético, também prefere deixar de lado a crise vivida pelo clube e foca no time carioca. ‘O Flamengo é um adversário muito complicado e já nos dá muitos motivos para nos preocuparmos e devemos focar apenas nisso. Trata-se de um confronto dentro de nossa casa e não podemos pensar em outro resultado que não seja a vitória’, afirmou o treinador do Galo.

Os jogadores atleticanos concordam com o comandante e entendem que o foco realmente deve ser o Flamengo. Em relação a este duelo, eles entendem que a má fase do rival é mais um problema a ser superado pelos mineiros.

‘O Flamengo não vence há nove jogos, mas as cobranças lá continuam enormes e os jogadores farão de tudo para acabar com esta série contra a gente. Nós, porém, temos que evitar que isso aconteça, seguindo a nossa caminhada neste Campeonato Brasileiro, apesar do tropeço passado. Entendemos que podemos tirar o time o mais rapidamente possível desta situação e, portanto, nosso foco está todo no duelo desta quarta-feira’, afirmou o volante Pierre.

Os flamenguistas, apesar de continuarem sem vencer no Campeonato Brasileiro, também dão sinais de animação. Eles entendem que a atuação contra o Botafogo é sinal de que as coisas podem começar a mudar.

‘Nós fizemos um grande segundo tempo contra o Botafogo e poderíamos ter vencido. Mas infelizmente não aconteceu. O importante neste momento é mantermos a vontade e a eficiência daquela ocasião contra o Atlético Mineiro. Será um confronto complicado fora de casa, mas temos condições de ganhar’, disse o lateral direito Leonardo Moura.

Em relação ao time que vai a campo, Vanderlei Luxemburgo vai manter a base que enfrentou o Botafogo. A única dúvida está no ataque, pois Jael, autor do gol diante dos botafoguenses, pode ganhar uma oportunidade de começar jogando. Caso isso aconteça, Deivid ficará como opção no banco de reservas.

Já no Atlético-MG, o técnico Cuca terá o desfalque do atacante Neto Berola, que sentiu dores no tornozelo direito, na partida contra o xará goianiense. Em compensação, o treinador atleticano deverá contar com os atacantes Magno Alves e André, além do retorto do armador Renan Oliveira, que estão curados de lesão.

No primeiro turno, as duas equipes se enfrentaram no Rio de Janeiro e o Flamengo aplicou uma goleada, de virada, por 4 a 1, em noite inspirada de Ronaldinho Gaúcho. O jogador fez um gol, assim como Thiago Neves. Deivid foi o artilheiro daquela noite com dois tentos. Tudo isso depois de Dudu Cearense ter aberto o marcador para o Galo.

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG X FLAMENGO

Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)

Data: 21 de setembro de 2011 (Quarta-feira)

Horário: 21h50 (de Brasília)

Árbitro: Paulo César Oliveira (Fifa-SP)

Assistentes: Erich Bandeira (Fifa-PE) e Vicente Romano Neto (SP)

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Serginho, Werley, Leonardo Silva e Triguinho; Pierre, Fillipe Soutto, Bernard e Daniel Carvalho; Guilherme e André

Técnico: Cuca

FLAMENGO: Felipe; Leonardo Moura, Alex Silva, Welinton e Junior Cesar; Aírton, Willians, Renato Abreu e Thiago Neves; Ronaldinho Gaúcho e Jael (Deivid)

Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Continua após a publicidade
Publicidade