Clique e assine a partir de 9,90/mês

Bruno vibra com chance no Palmeiras: ‘voltei para isso’

Por Da Redação - 19 jan 2012, 16h46

Por AE

São Paulo – Com a aposentadoria de Marcos, a tendência é que Deola, titular durante metade do Brasileirão de 2011, assuma de vez a titularidade no gol palmeirense. Mas uma suspensão imposta à Deola pelo TJD-SP, ainda relacionada ao Paulistão do ano passado, vai fazer com que Bruno comece jogando no primeiro jogo oficial do ano, domingo, contra o Bragantino, fora de casa. O goleiro que retorna de empréstimo junto à Portuguesa espera aproveitar a chance e entrar na briga pela vaga no gol alviverde.

“Fiz uma pré-temporada excelente e estou pronto. Voltei para isso, para jogar e brigar pela vaga de titular. Quero aproveitar ao máximo esse jogo e fazer o melhor para a gente começar bem a competição”, disse Bruno, nesta quinta-feira.

O goleiro não atua desde março de 2011, quando defendeu o Palmeiras em uma goleada por 5 a 1 sobre o Comercial-PI pela Copa do Brasil. Depois, foi emprestado à Portuguesa, sofreu uma lesão e não jogou mais. Bruno nega, porém, que a falta de ritmo possa atrapalhá-lo no domingo.

Continua após a publicidade

“Isso não serve de desculpa. Se você perguntar para qualquer goleiro, todos vão dizer que é necessário ter uma sequência de cinco jogos para pegar ritmo e atingir uma situação ideal. Mas, na minha vida, sempre foi assim. E como das outras vezes, vou encarar esse jogo como se fosse uma final. Não vai ter problema”, garantiu.

Mas não é só no gol palmeirense que Bruno quer substituir o ídolo e amigo Marcos. Com perfil de liderança, ele acredita que pode se firmar também com um líder do elenco. “A convivência com o Marcos me ajudou bastante, fazendo com que minha personalidade e liderança só aumentassem. Me sinto bem com isso, eu gosto. Se me deixam falar, se me deixam agir no vestiário, é porque confiam. Estou iniciando meu 15.º ano de Palmeiras, é metade da minha vida e poucos conhecem o que eu já passei aqui”, lembrou o goleiro, de 27 anos,

Publicidade