Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bruno Soares chega a número 3 do mundo em duplas

Antes, o melhor brasileiro em duplas foi Cássio Motta, número 4 em 1983

Garantido no ATP Finals, torneio que reúne as melhores duplas do ano em Londres, em novembro, o brasileiro Bruno Soares se tornou nesta segunda-feira o terceiro colocado do ranking de duplistas da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), a melhor posição já conseguida por um brasileiro. Soares chegou aos 6.560 pontos e ultrapassou seu parceiro, o austríaco Alexander Peya, ficando atrás apenas dos irmãos americanos Bob e Mike Bryan, ambos com 12.700 pontos. Antes de Soares, o melhor brasileiro no ranking de duplistas era Cássio Motta, que ficou em quarto em 1983.

Leia também

Bruno Soares vence duelo brasileiro e vai à final do US Open

Soares vence em duplas em Montreal e garante vaga no ATP Finals

Nesta temporada, o mineiro Soares alcançou bons resultados ao lado de Peya, conquistando os títulos dos ATPs 250 de Auckland, São Paulo e Eastbourne, do ATP 500 de Barcelona e do Masters 1000 de Montreal. Eles ainda foram semifinalistas em Roland Garros e Wimbledon e vice-campeões do Aberto dos Estados Unidos. Nas duplas mistas, Soares foi vice-campeão em Wimbledon ao lado da americana Lisa Raymond.

Leia também:

Perfil: Com apenas 5 anos, começou a jogar tênis em um acampamento no Iraque

Bruno Soares é campeão em dupla mista no Aberto dos EUA

Melo e Soares fazem partida mais longa da história dos Jogos

Aos 31 anos, Soares começou o ano como 19º do ranking e em junho se tornou o sexto do ranking. Em meados de agosto, pulou para quarto, empatado em pontos com seu companheiro, mas atrás dele porque jogou mais torneios. Como a dupla não defendeu os pontos do Torneio de Tóquio, que ganharam no ano passado, a contagem passou a considerar uma competição que jogaram separados: Soares passou a contar os 250 pontos que ganhou ao conquistar o Torneio de Auckland com Colin Fleming, enquanto Peya somou 180 por causa da semifinal em Acapulco.

Outros quatro brasileiros aparecem entre os 100 melhores do ranking de duplas. Marcelo Melo, ex-companheiro de Soares, é o 11º; André Sá está em 68º lugar; enquanto Thomas Bellucci é o 75º; e Marcelo Demoliner, o 88º.

(Com Estadão Conteúdo)