Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bruno Senna atribui queda no Q2 à bandeira amarela

Por AE

Silverstone – Bruno Senna atribuiu sua eliminação no Q2 do treino classificatório do GP da Inglaterra, neste sábado, à bandeira amarela exibida nos instantes finais da sessão. O brasileiro foi obrigado a desacelerar sua Williams quando estava perto de alcançar o tempo necessário para avançar ao Q3, que define a ordem dos 10 primeiros no grid de largada.

“Foi muita infelicidade. Eu entraria tranquilamente na última parte do treino”, lamentou o brasileiro, que marcou o 15º tempo, mas largará em 13º por causa de punições a Kamui Kobayashi e Nico Hulkenberg.

“A escolha dos pneus e do momento certo de entrar na pista foi vital e a Williams tomou as decisões corretas. Hoje foi um daqueles dias no automobilismo em que a sorte não está do nosso lado. Estou chateado e decepcionado, porque tinha ritmo para me classificar bem”, declarou.

Sem desanimar, Bruno conta com uma trégua da chuva para se recuperar durante a corrida no domingo. “Neste nível de chuva que vem caindo, não se enxerga nada à frente. Deu para sentir que nosso carro está bem no seco, embora não estejamos mal na chuva. Mas ainda dá para melhorar um pouquinho. De qualquer forma, amanhã é outro dia”, afirmou.