Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bruno Senna admite decepção com 14.º lugar no grid

Por AE

Nova Délhi – Um dia depois de fechar o primeiro dia de treinos livres com o oitavo melhor tempo da sexta-feira, Bruno Senna acabou não conseguindo ficar entre os dez mais bem colocados do grid do GP da Índia, que será realizado neste domingo. O brasileiro largará do 14.º lugar e não escondeu sua decepção com o fato neste sábado.

“Estou chateado porque o potencial da véspera era para colocar o carro no Q3”, disse o piloto da Renault, se referindo ao fato de que estava confiante de que participaria da terceira e última parte do treino classificatório deste sábado.

Bruno Senna, porém, admitiu equilíbrio com os principais rivais diretos da Renault, hoje no caso a Toro Rosso e a Force India, e que realmente estava sujeito a não chegar ao grupo dos pilotos que lutaram pelas primeiras posições do grid até o final do treino deste sábado. “Eu sabia que os tempos estavam muito próximos e qualquer probleminha poderia nos deixar fora do Q3”, completou.

E Bruno Senna só largará na 14.ª posição neste domingo porque foi beneficiado pela punição aplicada ao seu companheiro de equipe, Vitaly Petrov, que perdeu cinco posições no grid e sairá da 16.ª colocação. Na realidade, o brasileiro foi o 15.º mais veloz na pista neste sábado e admitiu que o circuito indiano, que faz sua estreia na Fórmula 1, se mostrou desafiador para ele. “É difícil fazer uma previsão, mas já está claro que é muito fácil errar nesta pista”, enfatizou, para depois completar: “Ultrapassar será mais complicado do que se imaginava”.