Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Britânicos fixam meta de 48 medalhas na Olimpíada

Por AE-AP

Londres – Anfitriões dos Jogos Olímpicos de Londres, os britânicos estabeleceram oficialmente nesta quarta-feira a meta de conquistar ao menos 48 medalhas em no mínimo 12 esportes na competição, o que significa um ligeiro aumento em relação ao número de pódios obtidos na Olimpíada de Pequim, em 2008.

Os britânicos ainda almejam terminar entre os quatro mais bem colocados no quadro geral de medalhas, objetivo este já conquistado na edição anterior dos Jogos, segundo informou nesta quarta a UK Sport, entidade que é a Secretaria de Alto Rendimento dos Esportes da Grã-Bretanha e distribui fundos a esportes olímpicos por meio da Loteria Nacional.

Há quatro anos, os britânicos conquistaram 47 medalhas em 11 diferentes esportes, desempenho que fez o time olímpico da Grã-Bretanha ficar apenas atrás de China, Estados Unidos e Rússia na classificação geral.

“A maioria das pessoas (na Grã-Bretanha) irá julgar o sucesso deste evento não sobre como o sistema de transporte funciona suavemente, mas por onde estamos no quadro de medalhas”, disse o ministro britânico do Esporte, Hugh Robertson.

A UK Sport disse que os britânicos poderiam ganhar até 70 medalhas em Londres, caso o time olímpico desta nação conseguisse se apresentar em seu melhor nível. O certo é que o mínimo esperado é pela conquista de 40 pódios, sendo que o desempenho do futebol britânico nos Jogos não foi incluído nesta projeção. “O programa (olímpico) teria um desempenho abaixo do esperado se conseguir (apenas) 40 medalhas”, disse Liz Nicholl, chefe executivo da UK Sport.

O maior número de medalhas é esperada pelos britânicos através do ciclismo, pelo qual eles apostam na conquista de seis a dez pódios em Londres. Já por meio da natação, atletismo e remo a nação prevê ganhar ao menos cinco medalhas em cada uma destas modalidades.

Os britânicos também não esperam pela conquista de medalhas em sete esportes: basquete, handebol, nado sincronizado, tênis de mesa, vôlei, polo aquático, halterofilismo e luta greco-romana.

A Austrália e a Alemanha são tidas pelos britânicos como maiores ameaças na provável luta pelo quarto lugar no quadro geral de medalhas, sendo que a nação não está mirando um maior número de ouros, mas sim de medalhas na competição olímpica.