Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Britânico sobrevive a queda de onda gigante em Nazaré

Acidente de Andrew Cotton foi muito parecido ao da brasileira Maya Gabeira, que em 2013 quebrou o tornozelo e escapou da morte por pouco

Por Da Redação - Atualizado em 10 dez 2018, 09h49 - Publicado em 3 dez 2014, 15h48

O surfista britânico Andrew Cotton, de 35 anos, sofreu um acidente gravíssimo na praia de Nazaré, o tradicional reduto de ondas gigantes, próxima a Lisboa, em Portugal, mas teve apenas ferimentos leves nos braços. Em busca de quebrar o recorde mundial de maior onda já surfada, ele foi surpreendido pela força de uma onda de 18 metros e foi arremessado para fora de sua prancha. Em imagens captadas com exclusividade pelo jornalista Mikey Corker, é possível ver o momento do impacto da onda com a prancha de Cotton. O acidente foi bastante semelhante ao da brasileira Maya Gabeira. Em outubro do ano passado, ela também foi vítima das ondas de Nazaré e chegou a ficar insconsciente após perder o controle da prancha. Na ocasião, Maya quebrou o tornozelo, mas escapou da morte ao ser resgatada pelo amigo Carlos Burle.

Leia também: Maya Gabeira, após acidente: ‘Morri… mas voltei’

Assim como Maya, Andrew Cotton também teve sorte. Já fora da prancha, o britânico sofreu com o fortíssimo impacto de uma segunda onda. Ele descreveu a dor que sentiu no momento do choque. “Foi como se meu braço tivesse sido arrancado.” Cotton foi resgatado por um dos jet skis que o acompanhavam apenas depois de ser arrastado por uma terceira onda. Apesar do enorme susto, ele pretende voltar ao local em breve.

Publicidade
Publicidade