Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Britânico realiza primeiro salto em queda livre sem paraquedas

Por Da Redação - 23 maio 2012, 17h24

Londres, 23 mai (EFE).- O dublê de filmes de ação Gary Connery realizou com sucesso nesta quarta-feira, o primeiro salto em queda livre sem paraquedas, pulando de um helicóptero a 730 metros de altitude.

O britânico, de 42 anos, saiu do helicóptero com um traje desenhado por ele mesmo, com uma espécie de asas que o permitiam frear a velocidade de sua queda e aterrissar em cima de um local com mais de 18 mil caixas de papelão, preparadas para amortecer o golpe.

Durante a queda, que durou menos de um minuto, Connery alcançou 130 km/h, e a partir dos três segundos de queda, o traje começou a reduzir a velocidade e ele começou ‘a voar’, segundo sua própria descrição.

A zona da aterrissagem, onde estavam as caixas de papelão, cobria uma área de 100 metros de comprimento por 15 metros de largura.

Publicidade

‘Foi incrível. Estou totalmente eufórico’, declarou Connery à rede ‘BBC’, que reconheceu que queria há muitos anos ser o primeiro homem a ‘voar’ sem paraquedas.

O especialista, que já realizou 880 saltos de queda livre e outros 450 saltos da base, explicou que antes mesmo do feito já estava ‘100% convencido de seu êxito’.

Após comemorar esta conquista com a família e os amigos, Connery, que trabalhou em filmes de James Bond, Batman e Indiana Jones, disse que começará a planejar seu próximo desafio, fazendo mistério sobre o que está por vir. EFE

Publicidade