Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Briga em estádio faz Nissan cortar patrocínio ao Vasco

A montadora japonesa de automóveis Nissan anunciou nesta segunda-feira a rescisão de seu contrato de patrocínio com o Vasco da Gama após a briga entre torcedores vascaínos e do Atlético Paranaense na última rodada do Campeonato Brasileiro, conforme antecipou a coluna Radar on-line, de Lauro Jardim, no sábado.

Leia também:

STJD nega recurso e confirma Vasco na Série B Polícia de SC recebe lista com 28 atleticanos brigões Atlético-PR perde doze mandos de campo e o Vasco, oito Polícia do Rio identifica lutador envolvido na pancadaria na Arena Joinville

STJD quer combater selvageria tirando pontos dos clubes

“Depois dos recentes atos de inaceitável violência, a Nissan informa que não manterá o contrato de patrocínio junto ao Club de Regatas Vasco da Gama”, informou a montadora em comunicado. Para a Nissan, os atos de violência “são incompatíveis” com ‘os valores e princípios sustentados e defendidos pela empresa em todo o mundo’.

A nota da Nissan:

“Depois dos recentes atos de inaceitável violência, a Nissan informa que não manterá o contrato de patrocínio junto ao Club de Regatas Vasco da Gama. A direção da Nissan considera que os referidos atos de violência são incompatíveis com os valores e princípios sustentados e defendidos pela empresa em todo o mundo. O patrocínio havia sido assinado em Julho de 2013, e tinha previsão de duração de quatro anos. A Nissan reforça seu compromisso com o esporte brasileiro como Patrocinadora Oficial dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™ e apoio a 30 atletas olímpicos e paralímpicos do Brasil.”

(Com agência EFE)