Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Breno é condenado a 3 anos e 9 meses de prisão

Por AE

Munique – O zagueiro Breno foi condenado nesta quarta-feira a três anos e nove meses de prisão por um tribunal estadual de Munique na Alemanha. O jogador brasileiro foi julgado pelo incêndio na sua residência, ocorrido em setembro de 2011. O veredicto que o apontou como culpado foi anunciado pela juíza Rozi Datzmann, do Tribunal de Justiça de Munique.

Breno, de 22 anos, admitiu o crime, que praticamente destruiu a sua casa e causou um prejuízo estimado em R$ 2,3 milhões. O zagueiro, que saiu ileso do incêndio, declarou que havia consumido muito álcool antes do incidente. Os juízes entenderam, porém, que o fato do jogador estar alcoolizado não amenizava a sua situação e o condenaram por ter provocado intencionalmente o incêndio.

O brasileiro foi preso em setembro de 2011, após o incidente. Ele foi libertado após o Bayern de Munique pagar a fiança do jogador. O clube também obteve permissão para que o jogador viajasse para o Catar em janeiro para realizar um período de treinamentos. O contrato de Breno com o time se encerrou após o término da temporada 2011/2012 do futebol europeu. Com a condenação, o seu futuro fique ainda mais em xeque.

Revelação do São Paulo, Breno foi contratado pelo Bayern de Munique em 2008. O zagueiro, porém, nunca conseguiu se firmar entre os titulares. Sem espaço no clube, teria entrado em depressão, passou a exceder no consumo de álcool e teve problemas de relacionamento com a sua esposa. A crise pessoal culminou com o incêndio da própria casa, que agora o levou a ser condenado a três anos e nove meses de prisão na Alemanha.