Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Brasileiro conquista 1º ouro no Mundial Indoor de Istambul

Mauro Vinícius da Silva vence salto em distância na Turquia com pulo de 8,23 metros e leva terceira medalha de ouro do país na história da competição

Por Da Redação - 10 mar 2012, 16h28

Antes de Mauro Vinícius da Silva, Fabiana Murer foi ouro em Doha em 2010 e “Zequinha” Barbosa venceu em 1987, na 2ª edição do torneio

O brasileiro Mauro Vinícius da Silva conquistou neste sábado a medalha de ouro no salto em distância no Mundial Indoor de Atletismo disputado em Istambul, na Turquia, com a marca de 8,23 metros. Em final disputada, apenas um centímetro separou os três atletas do pódio. Mauro Vinícius superou o australiano Henry Frayne, que levou a prata, e o russo Aleksandr Menkov, que ficou com o bronze.

O atleta de 25 anos já havia conseguido, nesta sexta-feira, uma grande façanha nas eliminatórias ao cravar a melhor marca mundial da temporada, com 8,28 metros, superando em quatro centímetros o recorde anterior, do australiano Frayne, que chegou como favorito na competição.

Desempate – Neste sábado, o brasileiro começou muito mal. Saltou apenas 7,73 metros em sua primeira tentativa, queimou as duas seguintes e conseguiu 7,77 metros na quarta chance. Em seus dois últimos pulos, voou para cravar 8,23 metros. Foi a repetição da distância que lhe deu a vitória, pois o australiano fez 8,23 metros em seu melhor salto e 8,17 metros em seu segundo.

Publicidade

“Estava muito nervoso, mas acabei conseguindo. No quinto salto, senti que não peguei a tábua, mas fiz de tudo pra tentar ir mais longe”, disse o atleta, muito emocionado ao final da prova.

Na ausência de Fabiana Murer, atual campeã mundial indoor e outdoor, e de Maurren Maggi, campeã olímpica do salto em distância, o Brasil chegou em Istambul sem grandes expectativas. O título de Mauro Vinícius, agora, traz mais esperanças para uma boa campanha do atletismo brasileiro nos Jogos Olímpicos deste ano.

Ascensão meteórica – Ex-velocista especialista nos 100 metros rasos, o saltador teve uma ascensão meteórica na sua nova modalidade. Em 2011, sua melhor marca era apenas de 7,95 metros. Em provas outdoor, seu recorde é 8,27 metros, distância que alcançou no ano passado, em São Paulo.

Este ouro em Istambul é seu primeiro grande resultado numa competição de nível global. Nos Jogos de Pequim, em 2008, pulou 7,75 metros e ficou em 14º. É também o terceiro título mundial indoor do Brasil. Fabiana Murer foi ouro em Doha em 2010 e José Luiz “Zequinha” Barbosa venceu nos 800 metros, em 1987, na segunda edição da competição.

Publicidade

(com Agence France-Presse)

Publicidade