Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Brasileiro Bruno Soares conquista o bi do US Open de duplas

Agora ao lado do croata Mate Pavic, tenista mineiro de 38 anos repetiu feito de 2016

Por Da Redação Atualizado em 10 set 2020, 18h56 - Publicado em 10 set 2020, 18h52

Bruno Soares voltou a marcar seu nome na história do tênis brasileiro. O atleta mineiro de 38 anos conquistou nesta quinta-feira, 10, o seu segundo título do US Open na chave de duplas masculinas. Formando parceria com o croata Mate Pavic, Bruno Soares bateu o croata Nikola Mektic e o holandês Wesley Koolhof por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/3.

Bruno e Pavic dominaram totalmente os adversários e garantiram título do Grand Slam em apenas uma hora e meia de jogo. Pela primeira vez, o Grand Slam de Nova York foi disputado sem a presença de público, cumprindo os protocolos de segurança e prevenção ao coronavírus. Curiosamente, Bruno conquistou o título no dia do aniversário do maior ídolo da modalidade no país, Gustavo Kuerten, que completou 44 anos neste 10 de setembro.

  •  

    Bruno tem, agora, dois títulos de US Open nas duplas masculinas (o primeiro foi em 2016, ao lado do britânico Jamie Murray) e também dois em duplas mistas, em 2012, com a russa Ekaterina Makarova, em 2014, ao lado de ucraniana Elena Vesnina. O brasileiro ainda tem mais dois títulos de Grand Slam, ambos no Australian Open de 2016, nas duplas masculinas e mistas.

    Com a nova façanha, que rendeu à dupla 400.000 dólares (equivalente a mais de 2,1 milhões de reais pela cotação atual) Bruno Soares chegou a segundo título ao lado do novo parceiro Pavic – o primeiro foi o Masters 1000 de Xangai, no ano passado -, e agora saltará nove posições no ranking de duplas da ATP, chegando ao 18º lugar; Pavic será o 10º lugar.

     

     

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade