Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasileiras do judô vão à Hungria atrás de vaga olímpica

Por AE

Budapeste – Com a vaga olímpica garantida na maior parte das categorias do judô, o Brasil vai usar as etapas deste fim de semana do Circuito Mundial para ir atrás daquelas classificações que ainda não foram asseguradas. Oito brasileiros vão subir no tatame. Duas mulheres na Copa do Mundo de Budapeste, na Hungria, e seis homens na Copa do Mundo de Oberwart, na Áustria.

A Copa do Mundo é o tipo de etapa que menos dá pontos para o ranking olímpico: apenas 100 para o campeão, contra 300 de um Grand Slam como o de Paris, realizado no fim de semana passado. Mas essa pontuação pode ser decisiva para assegurar a classificação dos brasileiros em quatro categorias em especial.

As únicas brasileiras que vão competir em Budapeste são Mariana Silva (até 63kg) e Maria Portela (até 70kg). As categorias delas são as únicas que correm risco de não ter brasileiras em Londres. Mariana é a 19.ª do ranking olímpico e, por conta dos descartes, atualmente ocupa a última das 14 vagas para os Jogos londrinos. Já Portela é a 21.ª e só iria para a Olimpíada hoje em caso de convite, por ser a melhor sul-americana.

“Acredito que ótimo momento de toda a equipe dará tranquilidade para que Mariana Silva e Maria Portela conquistem um bom resultado na Hungria. O trabalho feito pela comissão técnica e todo o apoio que a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) tem dado para os atletas sedimentaram o caminho para a classificação olímpica”, afirma Rosicleia Campos, técnica da equipe feminina do Brasil.

Entre os homens, estarão na Áustria Felipe Kitadai, Breno Alves e Luis Marcos, todos da categoria até 60kg, Leonardo Leite e Luciano Corrêa, da até 100kg, e o peso pesado David Moura.

Kidatai é o 11.º colocado do ranking mundial e precisa sedimentar a classificação olímpica (os 22 primeiros vão para Londres). Luciano é o 19.º e Leonardo o 22.º na categoria até 100kg, com uma diferença de apenas 22 pontos entre eles. Eles disputam internamente uma vaga, que também precisa ainda ser assegurada.