Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasileiras derrotam Argentina e são campeãs do Sul-americano Sub-20

A Seleção Brasileira feminina Sub-20 não decepcionou na tarde deste domingo, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, e garantiu o título do Campeonato Sul-americano da categoria com uma vitória por 2 a 0 sobre a Argentina.

Depois de garantir a vaga no Mundial Sub-20 que será realizado entre agosto e setembro de 2012 no Uzbequistão com a vitória nas semifinais diante do Paraguai, o Brasil conquistou o título com atuação bem convincente e uma série de oportunidades desperdiçadas.

Diante do maior público de toda a competição (foram mais de cinco mil pagantes na capital paranaense), a Seleção Brasileira marcou aos sete e aos 27 do segundo tempo. O gol que abriu o placar foi de Ketlen e Thaisinha fechou a conta em cobrança de pênalti.

O Jogo – A seleção argentina bem que tentou surpreender as brasileiras, mas esbarrou no ‘ferrolho’ armado pelo técnico Caio Couto, que posicionou a defesa brasileira com duas linhas de quatro e forçou a marcação na saída de bola das adversárias.

Assim foram criadas as primeiras oportunidades, aos 10 e aos 13 da etapa inicial, dos pés da habilidosa Glaucia. Na primeira tentativa, a camisa 19 chapelou a zagueira e chutou forte, mas por cima do gol de Laurina Oliveros. A outra foi de primeira, após cruzamento de Giovanna.

A pressão seguiu, principalmente com Ketlen e Thaisinha, principais nomes da Seleção Brasileira em toda a competição. Apesar disso, o grande chance da primeira etapa foi da Argentina, que chegou com perigo com Soriana, aos 43, mas o cabeceio saiu pelo lado esquerdo do gol.

Concentradas, as brasileiras abriram o placar logo no início da etapa complementar, sem muito sofrimento. Aos sete minutos, sob o incentivo da torcida presente do Couto Pereira, Ketlen recebeu a bola na grande área, cortou a marcação e enganou a goleira Oliveros para marcar.

A partir do gol, e como era clássico decisivo, o Brasil se manteve tocando bola no meio-campo, consciente dos perigos de se expor. Sem pressa, Ingrid invadiu a área e foi derrubada pela defensora. Na cobrança de pênalti, aos 27 minutos do segundo tempo, Thaisinha cobrou sem chances para a goleira e partiu para o abraço, já sem camisa, mas com o sorriso estampado no rosto.

A Argentina tentou reagir de imediato, mas não teve mais forças. Os gritos de ‘É Campeão’ vindos das arquibancadas do estádio Couto Pereira só confirmaram as otimistas previsões: o Brasil é campeão sul-americano feminino sub-20. Mais cedo, no mesmo local, a Colômbia venceu o Paraguai por 2 a 1 e confirmou o terceiro lugar, sem vaga para o Mundial do Uzbequistão, que terá Brasil e Argentina como representantes do continente.