Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasileirão: Veja quem pode ser o melhor estrangeiro do torneio

Clubes brasileiros têm vários forasteiros capazes de fazer a diferença no torneio

O futebol do Brasil tem recebido cada vez mais jogadores estrangeiros, muitos deles capazes de se tornar ídolos por aqui. Vindos dos vizinhos sul-americanos em busca de salários melhores do que os pagos em seus países, os forasteiros ocuparam espaço importante nos clubes brasileiros, vários deles com capacidade para fazer a diferença no Brasileirão.

A seguir, PLACAR apresenta os principais candidatos a se tornar o melhor estrangeiro da competição:

Bolaños (Grêmio)

O equatoriano decepcionou a torcida tricolor no ano passado, mas elevou bastante seu nível na atual temporada. É um jogador rápido, criativo e capaz de fazer gols, o que faz dele uma peça importante do time gaúcho. (Foto: Lucas Uebel/Getty Images)

Cazares (Atlético-MG)

O gol de antes do meio do campo na final da última Copa do Brasil, contra o Grêmio, foi uma boa amostra do que o equatoriano é capaz de fazer. Se conseguir ser mais regular, vai incomodar muito os adversários no Brasileiro. (Foto: Pedro Vilela/Getty Images)

Cueva (São Paulo)

A torcida são-paulina já sabe que o time é um com o meia peruano e outro, bem pior, sem ele. Jogador mais talentoso do elenco, tem facilidade para dar passes decisivos. Se ele ficar livre de lesões, a equipe pode fazer bonito no campeonato. (Foto: Friedemann Vogel/Getty Images)

De Arrascaeta (Cruzeiro)

É uma espécie de Cueva do Cruzeiro, pois o time mineiro depende bastante da criatividade do uruguaio. O meia tende a ser irregular, o que precisa ser corrigido para que a equipe celeste faça uma boa campanha na competição. (Foto: Pedro Vilela/Getty Images)

Guerra (Palmeiras)

O talentoso meia venezuelano foi eleito o melhor jogador da última Libertadores da América, o que dá uma medida de sua capacidade. Seus primeiros jogos no time alviverde não foram bons, mas ele começa a se sentir à vontade no clube. (Foto: Levi Bianco/Brazil Photo Press/LatinContent/Getty Images)

Guerrero (Flamengo)

O peruano é um jogador de gols decisivos, como ficou mais uma vez provado na final do Campeonato Carioca, contra o Fluminense. E isso pode ser fundamental para uma equipe que tem a pretensão de ser campeã nacional. (Foto: Marcello Dias/Futura Press)

Lucho González (Atlético-PR)

O veterano meia argentino, de 36 anos, é um dos melhores jogadores do time rubro-negro na Libertadores da América. Além de ser um bom organizador de meio de campo, tem feito gols importantes. (Foto: Alexandre Schneider/Getty Images)

Lucas Pratto (São Paulo)

Os torcedores do clube tricolor esperam que ele seja tão bom na equipe paulista quanto no Atlético-MG. No Campeonato Paulista, o atacante argentino deu alguns sinais de que isso pode acontecer na campanha do time no Brasileiro. (Foto: Levi Bianco/Brazil Photo Press/LatinContent/Getty Images)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. José Carlos Lopes de Oliveira

    Tem um timinho lá em Itaquera que aposta no Apiton-Compadre como o melhor do torneio.

    Curtir