Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasileirão: fatores de desequilíbrio influenciam na disputa

Campeonato segue sendo disputado por pontos corridos. Ao contrário do que se vê em outros países, porém, é impossível dizer que a briga é totalmente justa

O Santos, que muitos consideram o melhor time do Brasil na atualidade, acabará sendo punido pela própria qualidade de seu elenco

A fórmula de disputa do Campeonato Brasileiro não agrada a todos, mas é difícil encontrar alguém que rejeite a justiça do sistema de pontos corridos. Por colocar frente a frente todos os clubes, em jogos dentro e fora de casa, a tabela oferece chances iguais aos seus participantes. Pelo menos na teoria. Em países em que a fórmula já está estabelecida há décadas, há poucas variáveis que atrapalham a igualdade entre as equipes. No Brasil, porém, a desorganização do calendário, as disputas nos bastidores e até os preparativos para a Copa do Mundo de 2014 acabam alterando o equilíbrio do campeonato. Por causa das obras para o Mundial, por exemplo, nem todos os times podem mandar os jogos em suas casas – e acabam enfraquecidos, porque ficam afastados de seus torcedores em momentos críticos da disputa. O maior fator de desequilíbrio, no entanto, é mesmo o calendário, que coloca o Brasileirão prosseguindo normalmente, ao mesmo tempo em que acontecem os Jogos Olímpicos e amistosos da seleção brasileira. A consequência disso? Nada menos que um impacto direto na briga pelo título. O Santos, que muitos consideram o melhor time do Brasil na atualidade, acabará sendo punido pela própria qualidade – por ter jogadores como Neymar e Ganso, jogará com desfalques durante boa parte da competição, enquanto seus selecionáveis atuam com a camisa amarela no exterior.