Clique e assine com até 92% de desconto

Brasil volta aos Jogos Olímpicos após 16 anos de ausência

Por Da Redação 22 dez 2011, 17h15

Madri, 22 dez (EFE).- A seleção brasileira de basquete foi vice-campeã da Copa América de 2011, disputada em Mar del Plata, e com isso voltará a participar dos Jogos Olímpicos, que em 2012 acontecerão em Londres, após 16 anos de ausência.

Comandado pelo técnico argentino Ruben Magnano, o Brasil foi derrotado por 80 a 75 na final pela seleção anfitriã, que contou com excelentes atuações de ala-pivô Luis Scola, jogador do Houston Rockets, e do ala-armador Manu Ginobili, craque do San Antonio Spurs.

Com as ausências do armador Leandrinho e dos pivôs Nenê e Anderson Varejão, o pivô Tiago Splitter, que também joga pelos Spurs, o armador Marcelinho Huertas, que atua na Espanha, e ala-pivô Guilherme Giovannoni, foram os principais nomes do time brasileiro e alguns dos responsáveis pelo retorno do país aos Jogos Olímpicos.

Na Copa América feminina, o Brasil foi campeão ao vencer a Argentina por 74 a 33 na final, e comandado por Erika e Adriana também carimbou seu passaporte para participar de Londres-2012.

Já no Pan-Americano de Guadalajara, as equipes masculina e feminina decepcionaram. Ambas eram consideradas favoritas e não fizeram uma boa campanha. No masculino, o time brasileiro não passou da primeira fase, enquanto o feminino foi eliminado nas semifinais ao perder para Porto Rico.

Continua após a publicidade

No Pré-Olímpico Europeu, a seleção espanhola, que foi comandada pelos irmãos Pau e Marc Gasol, Ricky Rubio, entre outros, conquistou seu segundo campeonato continental consecutivo ao vencer a França na final por 98 a 85.

Venezuela, República Dominicana, Porto Rico, Angola, Nigéria, Jordânia, Coreia do Sul, Rússia, Macedônia, Lituânia, Grécia e Nova Zelândia serão as equipes que disputarão o Pré-Olímpico mundial, que acontecerá em 2012.

As equipes classificadas para Londres são Reino Unido (anfitrião), Estados Unidos, Tunísia, Argentina, Brasil, Austrália, Espanha, França e China.

Na NBA, o destaque ficou por conta do alemão Dirk Nowitzki, que levou o Dallas Mavericks ao seu primeiro título, após muitos anos de tentativas, sendo o MVP das finais, enquanto o armador Derrick Rose, do Chicago Bulls, foi o considerado o melhor da temporada regular.

Se a temporada 2010/2011 foi disputada sem maiores problemas, a atual será iniciada apenas no próximo domingo, por conta do locaute decorrente das divergências entre jogadores e donos de equipes em relação a contratos e salários.

As negociações que se destacaram na temporada foram a do armador Chris Paul, que agora é jogador do Los Angeles Clippers, e a do pivô Tyson Chandler, que deixou o campeão Mavs para jogar no New York Knicks, entre muitas outras. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade