Clique e assine com até 92% de desconto

Brasil vence Nova Zelândia e fecha 1ª fase com 100% de aproveitamento

Por Da Redação 1 ago 2012, 13h36

Londres, 1 ago (EFE).- A seleção brasileira venceu nesta quarta-feira a Nova Zelândia por 3 a 0 no estádio St. James Park, em Newcastle, pelo grupo C do torneio olímpico de futebol, e chega às quartas de final com 100% de aproveitamento.

Os gols da partida foram marcados por Danilo, Leandro Damião e Sandro. Na próxima fase, os comandados de Mano Menezes vão enfrentar a seleção que ficar em segundo lugar no grupo D. Os possíveis adversários são Japão (6 pontos), Honduras (4) e Marrocos (1). A Espanha, que também está na chave e hoje vai enfrentar a seleção marroquina, perdeu seus dois primeiros jogos e já está eliminada.

O Egito, que venceu Belarus por 3 a 1 também nesta quarta, se classificou às quartas em segundo no grupo do Brasil e vai encarar o primeiro colocado do grupo D, que será definido no confronto de hoje entre japoneses e hondurenhos.

Tendo entrado em campo com a classificação às quartas já assegurada, o Brasil poderia ter encarado o duelo de hoje com os neozelandeses como um treino de luxo. Mas o técnico Mano Menezes preferiu manter a ‘espinha dorsal’ do time titular e promoveu apenas cinco substituições em relação à formação inicial do jogo contra Belarus.

No gol, Gabriel teve a oportunidade de começar a partida no lugar de Neto. Danilo e Alex Sandro, que normalmente jogam na lateral com a camisa da seleção, foram escalados no meio. No ataque, Lucas ficou com a vaga de Hulk, e Leandro Damião, titular na estreia contra o Egito, voltou a deixar Alexandre Pato no banco.

O meia Paulo Henrique Ganso teria sua primeira oportunidade de começar jogando nestas Olimpíadas, mas sentiu dores na coxa esquerda e corre até o risco de ser cortado dos Jogos.

De todos os suplentes que tiveram a chance de jogar, quem decepcionou foi Alex Sandro, expulso no segundo tempo após receber o segundo cartão amarelo.

Mesmo sem ser ameaçada, a Seleção teve dificuldades para oferecer perigo à defesa neozelandesa no começo do jogo. O time, porém, começou a se acertar aos poucos, e aos 22 minutos abriu o placar. Danilo tabelou com Leandro Damião, invadiu a área pelo meio e, na saída do goleiro O’Keeffe, chutou rasteiro para fazer 1 a 0.

O segundo gol também aconteceu no primeiro tempo, aos 29. Alex Sandro recebeu passe de calcanhar de Marcelo, chegou à linha de fundo pela esquerda e cruzou para Leandro Damião, que escorou para o fundo da rede.

Continua após a publicidade

O placar só voltou a se mexer aos seis minutos do segundo tempo, quando Marcelo cobrou falta em direção à área. Leandro Damião se esticou para tentar o peixinho e não alcançou a bola, que sobrou na segunda trave para Sandro bater de primeira, sem chances para o goleiro.

Discreto no jogo, Neymar teve uma ótima chance para fazer seu terceiro gol nas Olimpíadas, mas não aproveitou um cruzamento de Rafael que o encontrou com o gol vazio.

Ficha técnica:.

Brasil: Gabriel; Rafael, Thiago Silva, Juan e Marcelo; Sandro (Rômulo), Danilo e Alex Sandro; Lucas, Neymar (Alexandre Pato) e Leandro Damião (Oscar). Técnico: Mano Menezes.

Nova Zelândia: O’Keeffe; Hogg, Smith, Nelsen e Thomas (Myers); Payne, Barbarouses (Howieson), McGlinchey e Smeltz; Rojas (Lucas) e Wood. Técnico: Neil Emblen.

Árbitro: Bakary Gassama (Gâmbia), auxiliado por Jason Damoo (Seychelles) e Angesom Ogbamariam (Eritreia).

Gols: Danilo, Leandro Damião e Sandro (Brasil).

Cartões amarelos: Myers e Hogg (Nova Zelândia); Alex Sandro (Brasil).

Cartão vermelho: Alex Sandro (Brasil).

Estádio: St. James’ Park, em Newcastle. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade