Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil vence Holanda e fica perto das finais do Grand Prix

O resultado de 3 sets a 0 coloca a seleção brasileira a uma vitória de garantir a vaga na fase final da competição, que será disputada no Japão

A seleção brasileira feminina de vôlei está mais perto da classificação para as finais do Grand Prix. Neste sábado, a equipe dirigida por José Roberto Guimarães conquistou a sua segunda vitória no Grupo K do torneio ao vencer a Holanda por 3 sets a 0, em Almaty, no Cazaquistão.

Com o resultado, o Brasil só precisa derrotar o próprio Cazaquistão neste domingo para se garantir na fase final do Grand Prix. Após a vitória, a seleção chegou aos 20 pontos, com sete vitórias e apenas uma derrota no torneio. As finais da competição deverão ser realizadas em Sapporo, no Japão, entre os dias 28 de agosto e 1 de setembro, contando com a participação das cinco seleções mais bem colocadas na primeira fase e da equipe do país-sede.

A ponteira Fernanda Garay foi a jogadora que mais marcou pontos no jogo, com 17. Ela destacou a importância da vitória: “Estávamos conscientes que esse jogo era decisivo”, disse. “Precisávamos desses três pontos para não depender de ninguém na classificação para a fase final. Ainda temos o jogo de amanhã contra o Cazaquistão, mas dependemos somente do nosso resultado”.

O técnico Zé Roberto celebrou a atuação segura do Brasil diante da Holanda. “Foi uma partida muito importante na busca pela classificação”, afirmou. “Precisávamos dessa vitória por 3 sets a 0. O time jogou bem, bloqueamos e sacamos com eficiência. Sabíamos que esse jogo poderia se tornar muito difícil. Foi um grande passo na luta pela classificação mas ainda não acabou. Amanhã vamos enfrentar o Cazaquistão, a equipe da casa, em mais um confronto decisivo”.

Leia também:

Leia também: Brasil vence Cuba com facilidade no Grand Prix de vôlei

A partida – A Holanda começou melhor o jogo e foi ao primeiro tempo técnico com três pontos de vantagem (8/5). Mas o Brasil reagiu imediatamente. Empatou o duelo em 8/8, abriu seis pontos em seguida e fechou a parcial em 25/15.

O segundo set foi o mais equilibrado. As holandesas voltaram a ter um início melhor e fizeram 5/2. As brasileiras empataram o duelo em 14/14 e abriram uma vantagem de dois pontos – 20/18 – em um momento decisivo da parcial. Assim, voltou a vencer, dessa vez por 25/20.

No terceiro set, o Brasil não teve qualquer dificuldade. A equipe abriu 13/5 e manteve a vantagem de oito pontos no segundo tempo técnico (16/8). Sem qualquer resistência das holandesas, as brasileiras fecharam a parcial em 25/15.

(Com Estadão Conteúdo)