Clique e assine a partir de 9,90/mês

Brasil toma virada em Curitiba e perde do Paraguai na Fed Cup

Por Da Redação - 31 jan 2012, 15h58

O Brasil estreou no Zonal Americano I da Fed Cup nesta terça-feira, em Curitiba. A equipe nacional, capitaneada por Eduardo Frick, chegou a começar em vantagem diante do Paraguai no Graciosa Country Club, mas tomou a virada e caiu na primeira série de 2012.

O jogo que abriu o confronto foi animador para o Brasil. Atual 301colocada do ranking mundial, Vivian Segnini, 23 anos, conseguiu impor sua maior experiência diante da jovem Montserrat Gonzalez, 17 anos, para vencer por tranquilos 2 sets a 0, parciais de 6/0 e 6/2.

Em seguida, Roxane Vaisemberg, tenista número 1 do Brasil (298do ranking mundial) entrou em quadra para enfrentar Veronica Cepede Royg. Com parciais de 6/3 e 6/2, a paraguaia venceu a brasileira pela primeira vez na carreira, já que caiu nos dois confrontos anteriores, em Luque-2006 e em Buenos Aires-2011.

Com o empate em simples, a decisão da série ficou para as duplas. Descansada, Ana Clara Duarte formou a parceria brasileira ao lado de Vaisemberg diante de Gonzalez e Cepede Royg. Apesar do maior desgaste, as paraguaias ganharam por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/4.

Continua após a publicidade

Desta forma, o Paraguai aumenta sua vantagem no confronto direto diante do Brasil na Fed Cup. Em 11 encontros desde a temporada de 1991, o time nacional tem apenas quatro vitórias. Derrotado nas últimas três séries, o Brasil ganhou pela última vez em 2008.

O Zonal Americano I, correspondente à terceira divisão da Fed Cup, é formado por nove países, divididos em dois grupos. Canadá, Argentina, Bahamas e Peru formam a chave A, enquanto Brasil, Colômbia, Venezuela, Bolívia e Paraguai compõem a chave B.

As equipes se enfrentam dentro de seus grupos e as duas primeiras disputam uma vaga na repescagem para o Grupo Mundial II. Já as duas últimas duelam para evitar o rebaixamento ao Zonal Americano II. Nesta quarta-feira, o Brasil enfrenta a Venezuela.

Publicidade