Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Brasil se vinga da Polônia e vira líder na Liga Mundial

Por Da Redação 10 jun 2012, 12h37

Por AE

São Bernardo – Derrotado por duas vezes pela Polônia em dois dos seis primeiros jogos que fez nesta Liga Mundial, a seleção brasileira masculina de vôlei se vingou do adversário neste domingo ao vencer por 3 sets a 1, com parciais de 26/24, 25/17, 23/25 e 25/23, no Ginásio Adib Moyses Dib, em São Bernardo (SP). Com o resultado, o Brasil assumiu a liderança do Grupo B da competição, com 21 pontos, enquanto os poloneses caíram para a segunda posi��ão, com 20.

Com o triunfo, a equipe comandada por Bernardinho fechou invicta essa terceira etapa da Liga Mundial, realizada no Brasil, depois de ter obtido vitórias por 3 sets a 0 sobre Finlândia e Canadá, respectivamente na sexta-feira e no sábado. Finlandeses e canadenses, por sinal, irão se enfrentar neste domingo no fechamento deste estágio do torneio.

A seleção nacional agora acumula também seis vitórias e três derrotas nesta Liga Mundial, na qual voltará a jogar na próxima sexta-feira, contra o Canadá, em Tampere, na Finlândia. Em seguida, no sábado, os brasileiros enfrentarão os donos da casa, antes de reencontrarem os poloneses no domingo, também em solo finlandês.

Anteriormente, o Brasil caiu por duas vezes por 3 sets a 2 diante da Polônia nesta Liga Mundial, sendo uma derrota ocorrida em Toronto, no Canadá, e outra em Katowice, casa dos poloneses, mas desta vez contou com forte apoio da torcida em São Bernardo e uma atuação sólida para encerrar a série negativa diante do adversário.

Continua após a publicidade

O JOGO – Como já era esperado, o duelo deste domingo começou equilibrado e as duas seleções foram para o primeiro tempo técnico com os poloneses vencendo por 8 a 7, mas um ace de Murilo fez o Brasil passar à frente em 11 a 10 em seguida. A Polônia, porém, rapidamente virou para 13 a 11 e depois foi para a segunda parada técnica em vantagem de 16 a 14.

Entretanto, após uma boa sequência de bloqueios de Sidão e Bruno, os brasileiros viraram para 17 a 16. Inspirado, Sidão ainda marcou um ponto de saque que deixou o placar em 22 a 19. Os poloneses, porém, não se entregaram no set e chegaram a virar o placar para 23 a 22, mas o Brasil devolveu a virada para fechar a primeira parcial em 26 a 24.

Empolgada, a equipe nacional voltou forte para o segundo set e logo no início abriu 9 a 5 após um ace de Dante, antes de ampliar para 12 a 7 e ter a vantagem reduzida para 16 a 13 na segunda parada técnica. Mas, após uma boa sequência de saques de Lucão, encaminhou o triunfo no set com tranquilidade ao abrir 22 a 15 em um ace de Lucão e depois garantir o 25 a 17 em um ataque de Murilo.

Já o terceiro set foi marcado pelo grande equilíbrio entre as duas equipes durante todo o tempo. Os poloneses foram para as duas paradas técnicas com um ponto de vantagem e depois chegaram a fazer 20 a 17. Os brasileiros ainda reagiram e reduziram o placar para 20 a 19 em um bloqueio de Thiago Alves, que depois garantiu o empate por 21 a 21. Porém, na reta final da parcial, a Polônia levou a melhor e liquidou o set em 25 a 23.

Com moral após a vitória no set anterior, a Polônia voltou forte para a quarta parcial e logo abriu 3 a 1. Porém, o Brasil reagiu rapidamente e conseguiu começar a abrir vantagem após uma boa sequência de saques de Thiago Alves, que deixou o placar em 10 a 7. Na sequência, os brasileiros conseguiram administrar a vantagem e, após um ace de Thiago Alves e um bloqueio de Sidão, deslancharam ao fazer 21 a 15. No fim, os poloneses voltaram a reagir e chegar a estar perdendo por 22 a 20 e depois por 24 a 23, mas a equipe da casa fechou o set e o jogo em 25 a 23.

No duelo deste domingo, o Brasil entrou jogando com Bruno, Wallace, Sidão, Lucão, Murilo e Dante, além do líbero Serginho. Em seguida, entraram Theo, Ricardinho, Thiago Alves e Rodrigão. Wallace foi o maior pontuador do duelo diante dos poloneses, com 23 pontos, enquanto Sidão fez 14 e Thiago Alves, 13. Pela Polônia, Kurek foi quem mais marcou, com 13 ao total.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)