Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Brasil perde por 3 a 0 para a Itália e se complica na Copa do Mundo

Por Da Redação 12 nov 2011, 00h41

A Seleção Brasileira feminina de vôlei não conseguiu outra virada de jogo na Copa do Mundo, no Japão, e foi derrotada pela Itália. Na madrugada deste sábado, as comandadas de José Roberto Guimarães não fizeram frente às invictas europeias, que marcaram 3 sets a 0, parciais de 25/23, 25/16 e 25/22.

No Japão, o Brasil enfrenta dificuldades contra adversários que tradicionalmente não oferecem perigo à equipe e precisou virar o marcador e vencer no tie-break três jogos seguidos. Contra a Itália, a Seleção tornou-se apática após perder a liderança do primeiro set e não ofereceu resistência.

A derrota, a segunda do Brasil na Copa do Mundo, deixa a equipe na quinta colocação com 12 pontos conquistados, oito a menos do que o adversário desta sexta-feira, que lidera a tabela. Os três primeiros colocados da competição garantem vaga nos Jogos Olímpicos de Londres-2012. O próximo adversário é o Japão, às 7h20 (de Brasília), no domingo.A Seleção iniciou a partida contra a Itália com um bloqueio eficiente e conseguiu abrir três pontos de vantagem. Mas o ataque nacional não apresentou a mesma eficiência e, com sucessivos erros, deixou a Itália encostar no marcador e virar, já nos pontos finais do set.

José Roberto Guimarães trocou Mari por Sassá, repetindo a alteração da vitória contra a China. Com 24 a 21 para a Itália no placar, as brasileiras esboçaram a reação, mas viram as adversárias fecharem a parcial apor 25 a 23 com um ataque potente.

Com Mari novamente entre as titulares, o Brasil voltou para o segundo set e teve muita dificuldade para superar o bloqueio italiano. As europeias rapidamente abriram vantagem e chegaram à parada técnica com 8 a 2 no placar.

Sassá e Adenízia entraram nos lugares de Mari e Fabiana para mudar o ataque brasileiro, mas não foram suficientes para alterar a apática Seleção. A Itália seguiu com um jogo veloz e eficiente, comandado pela levantadora Lo Bianco, e manteve a tranquilidade para vencer a parcial.

O Brasil ofereceu mais resistência às adversárias no início do terceiro set, mas novamente foi vítima de seus próprios erros. Em um dos maiores ralis do jogo, a Itália ficou com o ponto quando nenhuma das brasileiras se movimentou para defender uma bola lenta.

No fim do terceiro set, foi a vez da Itália diminuir o ritmo de jogo e tomar um susto quando o Brasil encostou no marcador. Uma bronca do técnico recolocou no trilho as europeias, que conquistaram a vitória com um ace em saque tático de Bosetti.

Continua após a publicidade
Publicidade