Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil perde jogo, Mari e Paula Pequeno

Seleção é derrotada pelos Estados Unidos e vê título do Grand Prix cada vez mais longe

Derrota para os Estados Unidos, confirmação da perda da atacante Mari e contusão da também atacante Paula Pequeno. Esse foi o saldo da terceira rodada da fase final do Grand Prix para a seleção brasileira feminina de vôlei. E a equipe tem um dia para superar todas as adversidades e vencer a Itália, neste sábado, às 4h30, para continuar sonhando com o nono título da competição, que está sendo disputada em Ningbo, na China.

A seleção do técnico José Roberto Guimarães foi derrotada pelos Estados Unidos por 3 sets a 2, com parciais de 22/25, 25/19, 30/28, 17/25 e 15/13, em duelo que valia a liderança do Grand Prix. Com o resultado, as norte-americanas lideram a competição com sete pontos. Para piorar, a China venceu a Polônia por 3 sets a 0 (25/19, 25/19 e 25/17) e ultrapassou o Brasil. As donas da casa têm seis pontos, contra cinco das brasileiras. Os dois últimos jogos dos EUA são contra China e Japão. O Brasil, depois da Itália, enfrentará as donas da casa. A fase final do Grand Prix é disputada por seis equipes no sistema de pontos corridos.

Sem contar com Mari, que sofreu um entorse no joelho direito na partida contra a Polônia, Zé Roberto escalou Paula Pequeno como titular. Porém, justamente no set decisivo a jogadora fraturou o tornozelo esquerdo e teve de deixar a quadra carregada. “Não temos palavras para explicar o que aconteceu dentro de quadra, temos de trabalhar para enfrentar a Itália”, disse a atacante Jaqueline.

A Itália foi o único time que venceu o Brasil na fase de classificação, mas na rodada decisiva do Grand Prix não vem bem. Nesta sexta-feira perdeu do Japão por 3 sets a 2 (23/25, 25/14, 26/28, 25/20 e 17/15) e soma quatro pontos, ocupando a quinta colocação. As orientais também têm quatro pontos, mas levam vantagem no critério de desempate. A Polônia perdeu os três jogos e tem um ponto.

(Com Agência Estado)