Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil joga mal e empata sem gols com Equador

Arbitragem anulou erradamente gol legítimo do Equador e garantiu o empate para seleção brasileira na estreia da Copa América

O primeiro jogo sem titulares do trágico 7 a 1 contra a Alemanha não fez o bom futebol voltar à seleção brasileira. O Brasil empatou em 0 a 0 neste sábado com o Equador no jogo de estreia na Copa América Centenário, no Estádio de Rose Browl, na Califórnia. Apesar da maior posse de bola durante os noventa minutos e do relativo domínio no jogo, faltou à seleção transformar a grande quantidade de toques em oportunidades objetivas de gol.

A noite de estreia só não foi pior porque a arbitragem anulou um gol legítimo do Equador aos 21 minutos do segundo tempo. Em lance bisonho, o goleiro brasileiro Alisson deixou a bola entrar nas redes após uma tentativa de cruzamento realizada pelo atacante equatoriano Miller Bolaños. Para sorte da seleção brasileiro, o banderinha acreditou, erradamente, que a bola havia saído antes pela linha de fundo.

As melhores oportunidades brasileiras vieram ainda no primeiro tempo principalmente pelos pés dos meia-atacantes William e Philippe Coutinho, que comandaram as ações da seleção no início do jogo. Aos cinco minutos, William fez jogada pela direta, cruzou para Coutinho, que só não marcou por conta da boa defesa do goleiro Dreer. A outra boa oportunidade no primeiro tempo veio aos 25 minutos, quando o volante Elias errou na finalização após bom passe do atacante Jonas.

Na volta do intervalo, o Brasil continuou com o domínio de bola, mas as poucas oportunidades do primeiro tempo ficaram ainda mais escassas na segunda metade do jogo. Para tentar melhorar o poder ofensivo do Brasil, Dunga trocou primeiro o atacante Jonas por Gabriel. Depois o meia-atacante Lucas Moura entrou no lugar de William.

A primeira e única chance boa do segundo tempo viria dos pés de Lucas. Aos 38 minutos, o meia-atacante apareceu na área adversária após cruzamento e cabeçou a bola, que chegou a balançar as redes pelo lado de fora.

Com o resultado sem gols, a equipe de Dunga saiu vaiada do Rose Bowl, estádio em que o atual técnico da seleção brasileira estava acostumado a viver momentos de glória. Foi aqui que o ex-capítão da seleção de 1994 levantou a taça de campeão do mundo após derrotar a Itália nos pênaltis.

O próximo jogo da seleção brasileira será na quarta-feira, contra o Haiti, às 20.30, horário de Brasília.