Brasil ganha dois ouros no Grand Slam de judô na Rússia

Por Da Redação - 12 jul 2014, 13h07

O Brasil brilhou no primeiro dia de disputa do Grand Slam de judô em Tyumen, na Rússia, e conquistou duas medalhas de ouro. Neste sábado, Sarah Menezes (na categoria até 48 quilos) e Charles Chibana (até 66 quilos) subiram no lugar mais alto do pódio e garantiram os títulos de suas respectivas categorias. Os brasileiros conquistaram outras quatro medalhas, sendo duas de prata e duas de bronze.

Entre os homens, Chibana brilhou e venceu três de suas quatro lutas por ippon. Na estreia, passou pelo russo Armen Avagyan. Depois, no combate mais difícil, ganhou do espanhol Sugoi Uriarte graças às penalidades aplicadas ao rival. Na semifinal, derrotou o japonês Masaaki Fukuoka, para depois, na final, bater Yuhei Rokugo, também do Japão.

Sarah Menezes teve menos dificuldade. Cabeça de chave, ela avançou à segunda rodada sem precisar subir no tatame. Então, derrotou a russa Irina Dolgova por um yuko. Nos combates seguintes, vitórias por ippon sobre a italiana Valentina Moscatt e sobre a japonesa Emi Yamagishi, na final, para faturar seu terceiro ouro no Grand Slam de Tyumen.

As duas medalhas de prata brasileiras neste sábado saíram entre os homens. Felipe Kitadai (até 60 quilos) ficou com a segunda colocação depois de passar pelos checos Pavel Petrikov e Savva Karakizidi e perder na final para o japonês Shinji Kido. Marcelo Contini (até 73 quilos) venceu suas quatro primeiras lutas, mas perdeu na final para o russo Denis Iartcev por ter recebido um shido a mais.

Publicidade

Na mesma categoria de Contini, Alex Pombo ficou com o bronze depois da vitória sobre o bielo-russo Vadzim Shoka na briga pelo terceiro lugar. Erika Miranda (até 52quilos) conseguiu o mesmo resultado ao bater a espanhola Laura Gomez em sua última luta.

Publicidade