Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil estreia no Grand Prix com vitória sobre Itália no tie-break

A Seleção Brasileira feminina de vôlei estreou com força no Grand Prix, em Lodz, na Polônia. A equipe comandada por José Roberto Guimarães derrotou a Itália, vencedora da última edição da Copa do Mundo, por 3 sets a 2, com parciais de 18/25, 25/22, 25/21, 20/25 e 15/6

A equipe nacional utiliza a competição como preparação para os Jogos Olímpicos de Londres-2012 e para recuperar seu prestígio internacional, abalado após a quinta colocação da Copa do Mundo da temporada passada. Por causa do resultado do torneio de 2011, o time precisou passar pelo Pré-olímpico continental para garantir vaga na capital inglesa.

A Seleção volta à quadra neste sábado às 7h30 (de Brasília) para enfrentar a Sérvia, em partida também válida pelo Grupo D. No domingo, o compromisso é contra a Polônia, dona da casa.

O jogo – A Itália chegou à frente na primeira parada técnica da partida com apenas um ponto de vantagem. Após o tempo, a equipe europeia conseguiu se distanciar no marcador e obrigou José Roberto Guimarães a parar o jogo. A bronca do treinador brasileiro fez efeito e a Seleção conseguiu boa sequência de pontos para empatar novamente o confronto.

Mas o bom momento da equipe durou pouco. Com muitos erros, o Brasil permitiu que a Itália disparasse na frente e fechasse a primeira parcial com 25/18, sem maiores dificuldades.

No segundo set, a Seleção conseguiu jogar com mais eficiência do que sua adversária e abriu vantagem tranquila no marcador. Na hora de empatar o confronto, no entanto, a equipe nacional apresentou uma sequência de erros que diminuíram a distância no placar. No final, 25 a 22 a favor das brasileiras.

Com Tandara no lugar de Mari no time titular, a Seleção conseguiu vencer também a terceira parcial, com 25/21 em 27 minutos, e passou à frente do placar geral. Mas a Itália soube explorar os erros brasileiros no quarto set para forçar o tie-break.

O bloqueio nacional funcionou bem no set de desempate e o Brasil logo abriu três pontos de vantagem. O técnico italiano parou o jogo, mas a bronca não surtiu efeito e a Seleção continuou abrindo vantagem, até fechar a partida em um ataque de Fernanda Garay