Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil estreia com vitórias na final feminina da Continental Cup

O Brasil abriu o primeiro dia de disputas da final da Continental Cup, neste sábado, com duas vitórias por 2 sets a 0 que o deixam a um passo do título da competição. Basta à equipe brasileira uma vitória de Tatiana/Viviam ou Ângela/Lili, neste domingo, para comemorar o título sobre a Argentina diante de sua torcida, em Saquarema.

Primeira dupla a atuar, Ângela e Lili atropelaram Ana Gallay e Virgínia Zonta, considerada a melhor dupla argentina na final, por 2 sets a 0, parciais de 21/11 e 21/13.

‘Foi um jogo bom, erramos pouco. Conseguimos impor nosso ritmo, executar o que estamos treinando e isso nos deixa feliz. O time número um delas é constante, vem evoluindo ao longo dos Campeonatos Sul-Americanos. Conseguimos fazer nosso trabalho da melhor forma possível’, analisa Ângela.

Sabendo que uma vitória colocaria o Brasil em boas condições de título, Tatiana e Vivian mantiveram o bom desempenho das companheiras e não encontraram dificuldades para bater Georgina Klug e Silvana Oliveira pelo mesmo placar, parciais de 21/13 e 21/16.

‘Nós combinamos de entrar com a pegada forte. É muito difícil jogar contra um time que não conhecemos. Tivemos que jogar uma perto da outra, pois está ventando muito. Fomos conversando durante a partida e adaptando o nosso jogo. Conseguimos conquistar a vitória e esperamos melhorar no domingo. Vamos entrar com a mesma pegada para conseguir a vitória e o título para o Brasil’, garante Tatiana.

As duas derrotas obrigam as argentinas a vencerem os dois confrontos deste domingo para levarem a decisão para duas partidas extras de um único set, decidido em 15 pontos. As duplas brasileiras garantem o título da Continental Cup caso triunfem em uma das duas partidas.

Ângela e Lili novamente abrem as disputas neste domingo, quando enfrentam Georgina Klug e Silvana Oliveira às 10h (de Brasília). Às 11h, é a vez de Tatiana e Vivian encararem Ana Gallay e Virgínia Zonta.