Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Brasil espera conquistar 15 medalhas em Londres e 30 no Rio em 2016

Por Vanderlei Almeida
28 mar 2012, 16h15

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) anunciou nesta quarta-feira que tem como meta a conquista de 15 medalhas por atletas do país na Olimpíada de Londres-2012, e o dobro nos Jogos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro.

“Para Londres, a meta é baseada nos resultados dos campeonatos mundiais nos últimos anos. A vitória de 2009, quando o Rio foi escolhido para sediar os Jogos de 2016, foi um marco, e agora vamos ter tempo para atingir uma meta mais forte para a próxima edição, realizada no nosso país”, declarou o superintendente de esportes do COB, Marcus Vinicius Freire.

A expectativa para Londres é chegar ao mesmo número de pódios do que na edição de Pequim-2008, quando o Brasil conquistou 15 medalhas (três ouros, quatro pratas e oito bronzes).

O COB também tem como meta classificar em torno de 250 atletas (no momento, são 165 em 23 modalidades) e superar a marca de 38 finais olímpicas alcançada em Pequim.

Em Londres, o Brasil terá um centro de treinamento exclusivo para seus atletas, no clube Crystal Palace, no qual será possível usufruir de instalações de alto nível com total privacidade, sem depender de horários definidos no cronograma oficial do comitê organizador dos Jogos.

Continua após a publicidade

“Crystal Palace é o melhor centro de treinamento de Londres. É um lugar extraordinário, que vai facilitar muito o trabalho dos nossos atletas. Foi oferecido o que há de mais moderno, não devemos nada a ninguém em todo o mundo”, explicou o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman.

As confederações de natação, atletismo, basquete, handebol, vôlei, taekwondo, saltos ornamentais, nado sincronizado, levantamento de peso e esgrima já solicitaram o uso destas instalações.

O COB não quis divulgar o valor pago pelo aluguel do CT de Crystal Palace, mas já anunciou que o investimento realizado para esta Olimpíada de Londres é o maior já realizado pelo país desde o início da sua participação aos Jogos.

Para preparar desde já o projeto esportivo dos Jogos do Rio-2016, o COB anunciou a criação do projeto ‘quebra-gelo’, que prevê de levar 16 jovens atletas que não conseguiram a classificação para Londres-2012, mas estarão presentes na cidade britânica para acumular experiência.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.