Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil é derrotado pelo Canadá e segue sem vencer na Liga Mundial

O começo da Seleção Brasileira na Liga Mundial não está sendo como esperado. Após perder para a Polônia na última sexta-feira, a equipe comandada por Bernardinho sucumbiu diante do Canadá por 3 sets a 2, com parciais de 23/25, 25/20, 20/25, 26/24 e 10/15, neste sábado, no Ricoh Coliseum, em Toronto, em partida válida pela segunda rodada do Grupo B.

Logo no início do embate, os atletas do Brasil mostraram que não estavam em um de seus melhores dias. Ao contrário do que era imaginado, quem dominou o jogo foi o Canadá, que abriu 8 a 2 no placar. Após a primeira parada técnica, a Seleção Brasileira reagiu e encostou no marcador, que apontava 10 a 9 para os donos da casa. No entanto, a reação parou, os canadensesadministraram a parcial e fecharam em 25/23, após 30 minutos.

No segundo set, a Seleção começou mais ligada e abriu 6 a 4 após Lucão bloquear Perrin. Mostrando desempenho diferente do set inicial, o Brasil dominou a parcial, e não encontrou maiores dificuldades para fechar o marcador por 25 a 20, em 25 minutos.

O terceiro set, entretanto, apresentou, novamente, o desempenho superior dos canadenses. Apesar de a parcial começar equilibrada, o país anfitrião abriu importante vantagem por 12 a 9. Thiago Alves deu esperanças aos torcedores brasileiros quando marcou o 17da equipe nacional e virou o placar, mas o Canadá marcou três pontos logo na sequência e reassumiu a ponta, onde permaneceu até encerrar o set por 25/20, em 27 minutos.

Já no quarto set, o Brasil chegou a abrir 6 a 2, mas os canadenses reagiram e diminuíram a vantagem brasileira para apenas um ponto, com o placar apontado 7 a 6. A parcial ficou ainda mais complicada quando os comandados de Bernardinho sofreram a virada, após Howatson marcar o 19ponto do Canadá. Com os dois times cometendo muitos erros no ataque, a Seleção conseguiu se impor, recuperou os pontos perdidos e fechou em 26/24, em 28 minutos.

O tie-break foi a prova final de que os brasileiros não estavam alcançando seu rendimento máximo. O levantador Ricardinho sacou na rede e permitiu que os canadenses abrissem 8 a 4 no placar, vantagem que não seria revertida pelo Brasil, que sucumbiu por 15 a 10 e foi derrotado após duas horas e vinte e seis minutos de disputa.